Como fazer investimentos? Descubra como investir com maior retorno e segurança

Por Diana Dantas

Investir é muito importante para as áreas da nossa vida e para a segurança em relação ao futuro. É através de bons investimentos que conseguimos um retorno financeiro que pode colaborar com o nosso bem-estar em diferentes fases da vida. Porém, antes de mais nada, é necessário saber como fazer um investimento da melhor forma possível.

Nem que seja uma aplicação simples, aplicar o seu dinheiro poderá garantir maior segurança diante de imprevistos e emergências que podem surgir. Então, levando em conta o quanto as aplicações são importantes, vamos te ensinar como fazer investimentos, e assim, desenvolver sua segurança financeira.

Mesmo sendo uma ótima maneira de se prevenir, os brasileiros não possuem o hábito de aplicar  e, muito deles, não sabem como fazer investimentos. Neste artigo, então, você poderá entender melhor sobre como fazer investimentos de maneira segura e com um bom retorno. Vamos lá?

Como fazer investimentos?

Para responder essa questão de como fazer investimentos, é importante lembrar que a poupança era o mais “queridinho” dos brasileiros. Segundo um levantamento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), em parceria com o Datafolha, de um total 24% da população economicamente ativa que investe, 16,41% escolhem por essa alternativa na hora de guardar o dinheiro.

O problema é que, atualmente, a poupança tem baixa ou nenhuma rentabilidade real, dependendo da taxa de inflação. Diante desse cenário, se você quer um investimento que dê um retorno maior, é aconselhável procurar outras aplicações financeiras com melhores retornos a curto, a médio ou a longo prazos.

Mas, se você acha que a poupança é o investimento ideal para suas necessidades e quer investir nessa possibilidade, é bem simples. Para fazer um investimento em poupança, você deve programar uma determinada quantia mensalmente, com a finalidade de aplicar assim que o salário cai na sua conta.

Em todos os investimentos é possível fazer um planejamento e traçar metas para alcançar objetivos a longo prazo, como por exemplo: fazer a viagem dos sonhos, comprar uma casa própria, garantir uma boa educação aos filhos, ter dinheiro para emergências e ter uma renda extra além da aposentadoria.

Agora que você já sabe como fazer investimentos, vamos explicar sobre os riscos, volatilidade e rentabilidade, ou seja, falaremos de alguns conceitos importantes desse mundo. Acompanhe abaixo!

Riscos, volatilidade e rentabilidade

Existe uma enorme variedade de opções, mas, por desconhecimento ou medo, muitas pessoas evitam aplicações que envolvam um maior risco, como ações, derivativos ou ouro. Segundo um levantamento da Anbima, apenas 2% aplicam em renda fixa/DI e só 1,24%, em mercado de ações, multimercados ou imobiliários.

Elas parecem ser acessíveis somente a especialistas ou a “grandes investidores”. Contudo, isso não é verdade. Qualquer um tem a capacidade de usufruir desses ativos, se for bem instruído.

Por isso, a seguir, vamos abordar alguns dos conceitos fundamentais para os interessados em ir além da poupança.

Aprenda como fazer investimentos com segurança e tenha uma vida financeira saudável, sem precisar se preocupar com problemas futuros.

Volatilidade

Os investimentos citados acima possuem sempre um risco, mas o grau varia de acordo com a sua “volatilidade”. Quando há uma grande alteração de preço, em um curto espaço de tempo, ela é considerada “alta” e, portanto, mais arriscada. Nesse caso, tem um grande potencial de ganho ou de perda. Por isso, aplicar no mercado, nesses momentos, requer um maior conhecimento sobre como fazer investimentos.

No entanto, deve-se começar pelo básico para adquirir o domínio sobre o assunto, como em qualquer outro tema. Uma das regras essenciais para se investir com mais segurança é tomar cuidado em situações de alta volatilidade e diversificar a carteira. Ou seja, separar o valor economizado em ativos financeiros diferentes.

Cada pessoa pode dividi-lo de acordo com seus sonhos e objetivos, desde que sejam realistas. Por exemplo, um investidor considerado cauteloso deposita 70% de suas economias em uma renda fixa e 30% em ações. Dessa forma, ele receberá um retorno médio ponderado.

Carteira de investimentos: riscos diminuem e a rentabilidade aumenta

Além disso, os “investidores racionais” optam em ter uma carteira de investimentos, ao invés de apenas um título, porque um ativo compensa o outro, dependendo da tendência de como se movem juntos. Isso se chama “correlação” e pode ser positiva ou negativa.

Na primeira opção, se um ativo cair mais do que esperado, o outro também cairá. Na segunda, se um descer mais do que o normal, o outro subirá. É importante, porém, ter prudência com estatísticas sobre as médias de rentabilidade nas quais se comparam dois tipos de investimentos, como o Ibovespa e o CDI. Uma boa análise sempre precisa ser cuidadosa, certo?

4 dicas de como fazer investimentos com segurança

Como fazer investimentos pode ser fundamental para a sua segurança financeira, vamos te dar algumas dicas de como investir de forma segura e com boa rentabilidade. Acompanhe todas elas abaixo!

  1. Se você não sabe muito bem como fazer um investimento, o ideal é sempre questionar e tirar suas dúvidas com especialistas ou pessoas que tenham mais conhecimento nessa área de investimentos;
  2. Seja sempre disciplinado e organizado. Isso é fundamental na hora de fazer o investimento e determinar as quantias que você vai aplicar;
  3. Busque estudar sobre o tipo de investimento que você está pensando em fazer, por conta própria;
  4. Tenha paciência e sempre compare as diferentes alternativas do mercado. Analise todas ao longo de um período de tempo específico e veja se o retorno ao investimento está sendo favorável.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o mundo das finanças, viu que todo mundo pode investir e aprendeu como fazer investimentos com segurança, leia outros artigos no nosso blog para melhorar e aprimorar cada vez mais as suas informações sobre como fazer investimentos.

Além disso, para entender mais a fundo sobre onde investir, recomenda-se buscar na internet, consultar especialistas ou estudar.

Uma boa dica para seus estudos é conferir o curso online e gratuito Como Investir 2, oferecido pela Icatu Seguros, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Lá, os alunos poderão encontrar essas mesmas sugestões detalhadamente e ainda conferir como fazer investimentos em ações, em derivativos e em ouro. Assim, o dinheirinho economizado todo mês pode virar um pé-de-meia salvador!

Gostou desse artigo sobre como fazer investimentos? Leia também sobre como evitar problemas financeiros!

Publicado por Diana Dantas

Formada pela PUC-Rio, Diana Dantas passou por diferentes redações, como O Estado de S. Paulo, Agora SP (Grupo Folha) e Brasil Econômico (Grupo Ejesa). Nesse período, trabalhou nas editorias de Educação, Cidades, Cultura e Economia. Desde de 2017, escreve para Icatu sobre seguros e planejamento financeiro.

Deixe seu comentário