Corretora de seguro x seguradora: existe diferença?

Por Alessandra de Paula

A decisão de contratar um seguro, como o de vida, por exemplo, sempre é um passo importante, já que ele contribui, justamente, para dar mais tranquilidade financeira a quem a gente mais ama, principalmente em um momento de maior necessidade. 

 Para entender  o que é um seguro de vida e para quem ele serve, clique aqui!

Mas, aí surge a dúvida: a quem devo recorrer no ato da contratação, a uma seguradora ou à corretora de seguro?   

Antes de mais nada, entenda que essa é uma dúvida muito comum. Saiba que a corretora de seguro e a seguradora estão diretamente relacionadas, no entanto, não são a mesma coisa

Nesse artigo, vamos explicar a diferença entre ambas e ajudar você a escolher a melhor forma de contratar o seu seguro. Confira também a importância do seguro em cada fase da vida.  

O que é uma corretora de seguro e qual o seu papel? 

A corretora de seguro cumpre um papel muito importante. Ela faz, justamente, a ponte entre o cliente e a seguradora

Independente da modalidade, você pode contratar um plano  por meio de uma corretora de seguro pessoa jurídica, ou de um corretor de seguro pessoa física. Isso, porque eles são os entes autorizados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) para intermediar esse processo. A Susep é o órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, que tem por objetivo regular o mercado de seguros no Brasil.  

Sendo assim, cabe à corretora de seguro toda a responsabilidade pelo processo até a assinatura do contrato. Nesse contexto, é bom destacar a importância da figura desse profissional . 

Ele é treinado para ajudar os clientes a lidar com todos os trâmites. O corretor de seguro explica, detalhadamente , as cláusulas e auxilia o cliente tirando dúvidas e prestando esclarecimentos. Além da capacidade técnica, ele já tem um relacionamento estabelecido com as seguradoras, logo, pode oferecer aos futuros segurados um produto com melhor custo e benefício. 

Saiba também como calcular o valor do seguro de vida.  

As corretoras de seguro, experientes no mercado, conhecem os termos e cláusulas específicos de cada produto, dessa forma, podem prestar uma assessoria fundamental aos clientes na hora de escolher o seguro mais adequado às suas necessidades. 

Após a contratação de um produto pelo segurado, dentre os principais serviços da corretora de seguro está justamente o suporte ao cliente durante toda a vigência da apólice do seu contrato, como, por exemplo, no momento em que é necessário alterar informações que possam impactar no seguro, processo conhecido como endosso.

Cabe ao segurado informar à corretora de seguro quando houver mudanças, para que sejam tomadas as providências o mais rápido possível.  

 O que é uma seguradora? 

Aprender quais são as principais diferenças entre uma corretora de seguro e uma seguradora é essencial para quem está pensando em contratar um plano.

Qualquer tipo de produto comercializado formalmente no mercado, seja de qualquer  natureza, tem uma empresa, ou fabricante, responsável por disponibilizá-lo. Quando o assunto é seguro, essa atividade fica por conta da seguradora.  

Assim como as corretoras de seguro, as seguradoras também são autorizadas pela Susep, por meio da resolução CNPS 345/17. Somente as empresas autorizadas e fiscalizadas pela superintendência estão aptas a assumir riscos definidos previamente em contrato e indenizar os clientes.  

Diferenças entre corretora de seguro e seguradora 

Agora que já sabemos o que uma corretora de seguro e uma seguradora fazem, fica bem mais fácil entender a diferença entre elas. É muito simples! 

A seguradora é a responsável por realizar o pagamento da indenização. Por sua vez, cabe à corretora de seguro intermediar o contato entre a seguradora e o cliente. Ou seja, são as corretoras que comercializam os produtos, mas quem dá conta dos riscos é a seguradora.  

Um exemplo que ajuda a entender é se compararmos seguros a carros. Sabemos que todos os veículos são produzidos por montadoras, mas cabe às concessionárias vendê-los. Então, algo semelhante acontece no mercado de seguros, lembrando que há uma pequena diferença: as seguradoras também podem comercializar seus produtos diretamente com os clientes.  

Veja, a seguir, um infográfico que resume quais são as principais diferenças entre uma corretora de seguro e uma seguradora:

Contratando com a seguradora 

Para contratar um plano direto com uma seguradora, lembre-se que é preciso escolher uma empresa que possa lhe dar o suporte necessário durante o atendimento, explicando todos os processos e procedimentos necessários para uma contratação consciente. 

Isso é fundamental, já que uma apólice de seguro, por exemplo, tem várias cláusulas, termos e condições que podem gerar dúvidas para quem está adquirindo o produto.

Pois bem, ainda que existam diferenças entre corretora de seguro e seguradora, a atuação conjunta de ambas é fundamental para oferecer as melhores coberturas para o cliente na hora em que ele precisar. É importante destacar que, independente da escolha, é essencial optar por uma empresa de renome no mercado.  

Viu como é fácil entender quais as atribuições de uma seguradora e de uma corretora de seguro? Agora, você já está preparado para escolher a melhor opção quando precisar.  

Publicado por Alessandra de Paula

Alessandra de Paula tem mais de 15 anos de experiência em produção de conteúdo e pesquisa jornalística. Integrou a equipe de Comunicação do Ministério da Cultura, e trabalhou em grandes empresas do Rio de Janeiro, como O Globo, Extra, Jornal do Brasil, Jornal do Comercio, CDN, In Press e SRCOM, realizando diversas coberturas, incluindo Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, e Réveillon de Copacabana. Também produziu conteúdo para sites da Rede Globo.

Deixe seu comentário