Icatu Seguros reúne gestores de fundos de previdência para discutir o cenário futuro e esclarecer dúvidas dos investidores - Blog Icatu Seguros

Icatu Seguros reúne gestores de fundos de previdência para discutir o cenário futuro e esclarecer dúvidas dos investidores

Por gisellevasconcellos

O Encontro com Gestores, evento tradicional dos mercados financeiro e segurador promovido pela Icatu Seguros, reuniu, no dia 3 de dezembro, ao vivo, as principais lideranças e estrategistas de fundos previdenciários no país. O grupo fez uma análise do ano de 2020 e falou sobre as perspectivas para 2021. O encontro virtual foi dividido em quatro painéis: renda fixa, multimercado, renda variável e previdência.

Luciano Snel, presidente da Icatu abriu o evento, que foi mediado por Luís Artur Nogueira, jornalista especializado em cobertura econômica. Estavam presentes Rodrigo Dias, da Butiá Investimentos; Marcos Iório, da Integral Investimentos; Ulisses Nehmi, da Sparta Fundos de Investimento; Sergio Zanini, da Galapagos Capital;  Felipe Guerra, da Legacy Capital; André Simões, da Vinci Partners; Roberto Lira, da Icatu Vanguarda; Daniel Reichstul, da Indie Capital; Murilo Arruda, da Tork Capital, além de Henrique Diniz e Talita Raupp, diretor e gerente de Produtos de Previdência da Icatu, respectivamente.

Formas diversificadas de investimento

De forma geral, os gestores avaliaram este momento como de recuperação econômica, destacando o bom resultado da Bolsa de Valores, inclusive com oportunidades de investimento em papeis tidos como mais baratos de empresas que vêm se transformando e crescendo por meio de projetos globais.

No painel sobre renda fixa, os especialistas explicaram que a alta da inflação prevista para 2021 deve ter efeito também sobre a Selic, que não deve manter o patamar de 2020. A taxa de câmbio também merece atenção. Refletindo sobre a situação de países desenvolvidos que, mesmo em cenário de juros baixos, têm a renda fixa e o CDI como ativos em alta, os especialista reforçaram a importância de montar uma estratégia diversificada, de acordo com a necessidade de liquidez de cada um. “Em 2021, os investidores devem voltar gradualmente aos fundos de crédito quando observarem a menor volatilidade desses produtos e o retorno interessante dado o carrego das carteiras, que se encontra bastante elevado”, disse Rodrigo Dias.

Em relação à renda variável, os economistas destacaram a importância de formar uma cesta de ativos. Segundo eles, uma boa opção que desponta hoje é o crédito privado, por exemplo.  A recomendação é ficar atento também às empresas que apresentam resultados mais consistentes em comparação com aquelas que dependem de uma recuperação econômica futura.

No painel sobre fundos multimercado, os economistas refletiram sobre métodos de superação da atual crise e seu impacto no mundo. Os convidados abordaram os pontos de mais influência no mercado, com destaque para os resultados dos blocos econômicos globais. “Foi um ano extremamente desafiador, mas o mundo está saindo mais forte e a resposta dos governos e dos banqueiros centrais foi incisiva para voltarmos à trajetória de recuperação. O tom agora é de otimismo”, disse Sergio Zanini. Sobre o Brasil, especificamente, os convidados também acreditam que o pior já passou, mas apontam a necessidade de acompanhar de perto os ajustes fiscais e o avanços das políticas sociais.

Sobre Previdência, o consenso é que o consumidor está mais consciente sobre a necessidade de acumular capital para a aposentadoria. Isso passa pela educação financeira, um dos pilares do trabalho desenvolvido pela Icatu. As pessoas estão mais ligadas às estratégias de investimento, às gestoras de fundos e às formas de contratação de produtos. Mais do que nunca, elas buscam proteção financeira pessoal e para a família. “A pandemia serviu como um gatilho emocional, despertando na população a importância de poupar para o futuro e investir no longo prazo”, destacou Luciano Snel.

Segundo o presidente da Icatu, por ser um marketplace de Previdência e contar com a maior diversidade de fundos da indústria do seguro, a seguradora tem como missão a democratização do acesso à educação financeira e ao planejamento do futuro. Nesse sentido, vem investindo no ambiente digital, trazendo produtos customizados para diferentes perfis de investidores. “Buscamos estar cada vez mais próximos das pessoas para entendermos suas necessidades, oferecendo soluções de proteção financeira para o longo prazo”, lembrou Snel.

Ao final do encontro, cada gestor deu a sua previsão para os índices da Selic e os valores do dólar para o encerramento de 2021. Assista aqui o evento completo no canal da Icatu no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=WeMZ-uSHzyY

Publicado por gisellevasconcellos

Deixe seu comentário