O que é fundo de pensão, como ele funciona e quais são suas principais vantagens?

Por Diana Dantas

Graças a melhoria da qualidade de vida e aos avanços da medicina, as pessoas estão vivendo cada vez mais e de uma forma melhor. Em 2018, a expectativa de vida do brasileiro foi  de 76,3 anos  e, em 2050, segundo algumas projeções do IBGE, será de 81 anos. Por isso, ao chegar na  terceira idade com saúde, a maioria deseja aproveitar esse período desfrutando do lazer que não teve durante o tempo de serviço.

Mas, como garantir renda para viver com conforto se o teto máximo da previdência oficial é de, aproximadamente, seis salários mínimos?

Uma alternativa são os fundos de pensão. Por isso, nesse conteúdo vamos definir o que é fundo de pensão, como ele funciona e quais são seus benefícios. Confira!

O que é fundo de pensão?

Responder o que é fundo de pensão é muito simples, ele é considerado um plano fechado de previdência complementar, com adesão feita de forma voluntária. Administrado por empresas públicas, privadas ou entidades da sociedade civil, constitui uma opção voltada para os funcionários.

Geridos sob formato de fundações, os fundos não têm fins lucrativos. Atualmente, existem mais de 300 em funcionamento no Brasil.

Agora que você já sabe o que é fundo de pensão, que tal entender se eles são vantajosos? Veja abaixo:

Os fundos de pensão são vantajosos para os contribuintes e para as empresas?

Sim! Os fundos de pensão podem ser vantajosos tanto para os contribuintes quanto para as empresas. Oferecer esse tipo de investimento aos funcionários é importante para fortalecer a imagem da entidade na sociedade e aos seus próprios empregados.

Adicionalmente, os fundos facilitam a atração de mão de obra mais qualificada, já que muitos buscam postos de trabalho nos quais possam projetar um futuro mais estável.

O quadro de funcionários de empresas com fundos de pensão, normalmente, é mais jovem, pois os mais experientes se aposentam assim que atingem a idade mínima. Nas demais companhias, empregados temem não conseguir manter o padrão de vida e, por isso, continuam trabalhando.

Além de conseguir se aposentar sem peso na consciência, os contribuintes dos fundos de pensão possuem  inúmeras vantagens durante a vida ativa. Algumas delas são:

  • Dedução de uma porcentagem da renda tributável;
  • Diminuição da taxa de administração;
  • Diminuição da taxa de empréstimos e de financiamentos.

Há mais vantagens nos fundos de pensão?

Você certamente já aprendeu o que é fundo de pensão, então, vamos esclarecer outras possíveis dúvidas nesse texto.

Sim! Os fundos de pensão  podem, ainda, ser ideais para as pessoas que são mais esquecidas e menos disciplinadas quando o assunto é aposentadoria e investimentos. Em vez de ser obrigado a se lembrar, todo o mês, de fazer o depósito, quem participa do fundo já tem a parcela sacada diretamente da folha de pagamento.

A rentabilidade média também pode ser muito boa. No ano de 2018  foi de 12,22%  de acordo com a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp).

Caso o funcionário seja demitido ou saia da empresa, ele pode sacar o valor já investido. Depois de se aposentar, a renda mensal, somada ao benefício do INSS, permite que o contribuinte tenha um padrão de vida bem próximo ao de quando exercia a sua profissão.

Quais são os tipos de planos?

Agora que você já sabe o que é fundo de pensão e viu que ele pode ser muito vantajoso aos contribuintes, confira os tipos de planos que existem. Acompanhe abaixo:

Benefício definido

O primeiro é o chamado benefício definido, onde o valor a se receber é estabelecido antes de se aposentar, com base em sistemas atuariais. Já o valor das contribuições pode ser alterado para assegurar a aposentadoria.

Contribuição definida

Na contribuição definida ocorre o contrário, o valor a se receber será calculado somente após a aposentadoria e a  conta é feita à partir da quantia acumulada no período de contribuição e da rentabilidade das aplicações financeiras. As contribuições, no entanto, são fixadas antes e realizadas pelas empresas que gerenciam os fundos e por seus integrantes.

Contribuição variável

Por último, há a contribuição variável, que é a união do benefício definido com a contribuição definida. Cada plano tem seu próprio regulamento, assim, é preciso consultá-lo para entender quais são as regras.

Para um funcionário de uma empresa pública ou privada ou de entidade com fundo de pensão, essa pode ser uma das melhores opções na hora de planejar a aposentadoria. Além de boa rentabilidade, eles podem assegurar uma terceira idade mais tranquila.

Já que você aprendeu o que é fundo de pensão, que tal saber mais sobre como funciona um Fundo de Pensão ou um Plano de Previdência Privada? Fale com os nossos especialistas. Estamos prontos para tirar todas as suas dúvidas.

 

Publicado por Diana Dantas

Formada pela PUC-Rio, Diana Dantas passou por diferentes redações, como O Estado de S. Paulo, Agora SP (Grupo Folha) e Brasil Econômico (Grupo Ejesa). Nesse período, trabalhou nas editorias de Educação, Cidades, Cultura e Economia. Desde de 2017, escreve para Icatu sobre seguros e planejamento financeiro.

Deixe seu comentário