6 dicas de planejamento financeiro para momentos de crise - Blog Icatu Seguros

6 dicas de planejamento financeiro para momentos de crise

Por Lucas Gouveia

Entenda como organizar o orçamento, ter uma planilha de controle e muito mais nesse momento de instabilidade econômica.

Estamos passando por um momento muito delicado da nossa economia e mais do que nunca a educação financeira é uma grande aliada. Para passar por essa fase de crise com mais tranquilidade, é preciso focar no planejamento do orçamento e ter muito controle dos gastos. Confira todas as dicas que separamos pra você!

BUSQUE INFORMAÇÃO
Esteja atento às notícias, novidades e tendências do mercado. Sabemos que são muitas informações disponíveis em diversas fontes nesse período de crise, mas é preciso estar atento. Para te ajudar a não ficar sobrecarregado, separe apenas um momento do seu dia para se informar e busque sempre fontes seguras, como grandes portais de notícias e instituições que você confie.
Para se manter ainda mais informado, fique ligado nas nossas redes sociais para saber quando acontecem os nossos vídeos ao vivo com especialistas do mercado financeiro.

ADQUIRA BONS HÁBITOS
Essa é uma fase propícia para uma autoanálise e para estudar. Use esse momento para aprender mais e aproveite para ficar sabendo de tudo sobre educação financeira com cursos gratuitos disponibilizado por nós da Icatu, em parceria com a FGV. Essa é uma fase que exige também mais disciplina com as finanças, e tudo que você aprender agora, você pode – e deve – levar pra te auxiliar durante a sua vida toda.

TENHA CONTROLE DO SEU ORÇAMENTO
Essa dica serve para todos os momentos, mas em uma fase de instabilidade é ainda mais importante. É um dos hábitos financeiros que precisam ser adquiridos, se você ainda não tiver. Saiba exatamente para onde o seu dinheiro está indo, com o que e como você está gastando. Uma planilha de controle pode ser ideal pra te ajudar, confira aqui tudo sobre o assunto. Mas não se prenda ao método, seja no computador, aplicativo ou no papel, o importante é ter uma visão geral das suas finanças.

REVEJA SEUS GASTOS
Com o seu controle financeiro em mãos, é hora de rever os seus gastos. Preste atenção se você não está desperdiçando seu dinheiro em alguma conta de serviço que você não usa todo o pacote ou se não está exagerando em algum tipo de compra, por exemplo. Aproveite esse momento para negociar suas tarifas e repensar sua relação com o consumo.

NÃO COMPRE PELOS SEUS SENTIMENTOS
Falando em consumo, os nossos sentimentos costumam ter grande influência nessa relação com as compras. “Os momentos de estresse fazem que uma compra tenha um componente mais emocional do que racional, quando em uma situação normal existe um equilíbrio entre os dois elementos”, disse o professor Paco Lorente ao El País.

O maior exemplo disso agora é a corrida pelo papel higiênico nos mercados. Esse foi um fenômeno muito mais psicológico do que uma necessidade real das pessoas. O papel higiênico nos remete à limpeza e higiene, o que fez crescer a procura por esse item durante a pandemia. Além disso, ao ver todos comprando, somos levado pelo chamado “efeito manada” e corremos pra seguir o que todos estão fazendo. Por fim, como o papel higiênico é um grande volume, não ficam expostas tantas unidades do produto nos supermercados e, ao ver as prateleiras esvaziando, nos traz o medo da escassez, o que leva também a mais compras.

Sabemos que hoje há uma necessidade de se fazer uma compra maior quando for ao supermercado, para evitar sair muitas vezes de casa. No entanto, não é necessário fazer um grande estoque para meses a fio. Isso prejudica as outras pessoas que vão precisar também daqueles produtos e você ainda pode acabar gastando mais do que deve.

É importante ficar atento a quais compras são necessidades pra você e quais estão sendo levada por efeitos psicológicos, pela sua ansiedade ou por outros gatilhos.

ADAPTE OS SEUS PLANOS
Sabemos que é frustrante ver seus planos serem parados por fatores externos. Muitos sonhos estão precisando ser adiados pela realidade que estamos passando hoje. No entanto, é preciso pensar em como se adaptar ao momento, isso inclui rever o seu planejamento. Você criou metas lá no início do ano? Agora é hora de pegar aquela lista e ver como transformar os objetivos, quais você deve aumentar o prazo e como lidar com essa situação. Siga firme nos seus propósitos e esteja pronto pra quando essa fase passar!

Agora é hora de botar em prática as nossas dicas! Lembre-se que esse é um momento passageiro, então foque no seu planejamento e busque manter a calma para que essa fase passe com tranquilidade.

Publicado por Lucas Gouveia

Deixe seu comentário