2021: um balanço do primeiro semestre - Blog Icatu Seguros

2021: um balanço do primeiro semestre

Por blogicatu

De janeiro a junho, assistimos ao vaivém de inúmeros indicadores: o dólar caiu, a inflação continuou subindo e a bolsa foi a campeã de rentabilidade. Aos poucos, a economia vai ensaiando sua retomada, e as previsões para o crescimento do PIB são cada vez mais otimistas.

Entre os acontecimentos marcantes dos primeiros seis meses do ano, sem dúvida, tivemos a retomada da economia global de forma mais consistente. O mercado financeiro foi um dos mais impactados. A bolsa de valores apresentou volatilidade, e  as taxas de juros também mudaram sua dinâmica.

O que fazer com os investimentos diante dessa turbulência? Como agir num cenário de imprevisibilidade? Examinamos os movimentos significativos do primeiro semestre que podem servir de boas lições. Nossa gestora de produtos, Talita Raupp, contribui com análises e um panorama do que vem pela frente. 

O QUE SUBIU?

Bolsa

No mercado local, as ações foram as campeãs de rentabilidade no primeiro semestre, com alta de 6,54% no índice Ibovespa. O destaque foi para as ações de empresas que se beneficiam do crescimento econômico, como Vale. Algumas empresas do índice chegaram a subir mais de 100%, demonstrando que o mercado está mais otimista.

Como reflexo do bom desempenho da bolsa, os fundos da Icatu de melhor performance no primeiro semestre foram justamente os de ações. “O que é positivo, já que esses fundos são os que tomam mais risco. Esse risco é representado pela maior volatilidade, e quando essa tomada de risco se justifica com maiores retornos, os investidores entendem que a variação de preços diária pode trazer retornos positivos no longo prazo. Por isso é tão importante um horizonte mais longo para alocação nesse tipo de estratégia”, avaliou Talita.

Segundo ela, inclusive, alguns dos fundos de ações da Icatu com no máximo 70% de ativos investidos na bolsa tiveram performance superior a do índice Ibovespa.

Juros

A taxa básica de juros, a Selic, terminou o primeiro semestre em 4,25%. Ao olhar para trás, vemos que, em suas quatro reuniões este ano, o Copom decidiu aumentar os juros três vezes consecutivas, sempre em 0,75% a cada encontro.

Para se ter uma ideia, o último corte da Selic ocorreu em agosto de 2020 – há quase um ano, portanto. “O interesse pela renda fixa está voltando a crescer. E você vê um fluxo maior de investimento nesses ativos”, contou Talita.

Na Icatu, os campeões de preferência dos clientes no primeiro semestre foram os fundos de crédito privado: “Naturalmente, com a subida das taxas de juros e o mercado de crédito se normalizando, observamos o retorno do interesse das pessoas por esses fundos. E isso corrobora como é importante não sair da estratégia só porque não houve bons retornos no curto prazo, porque em uma janela adiante, nem tão distante, a rentabilidade desse tipo de estratégia pode retomar, quiçá ser uma das melhores”, disse Talita.

Nos fundos de crédito privado, o cliente aplica boa parte do seu capital em títulos de renda fixa de empresas privadas, como se estivesse “emprestando” recursos para essas companhias.

Logo atrás na preferência dos clientes estiveram os multimercado. “Os fundos multimercado foram bem em captação na crise, e continuam indo bem. Isso mostra que as pessoas estão buscando maior diversificação, maior retorno. Delegar isso para gestores altamente qualificados, especialistas em vários tipos de mercados, ativos etc., é uma boa opção para quem busca diversificação”, destacou Talita.

Os fundos multimercado reúnem em um só produto vários tipos de ativos, como renda fixa, câmbio e ações, entre outros.

Inflação

Ninguém gostaria de ver a inflação na relação de indicadores que subiram em 2021, mas o fato é que a alta de preços não tem dado trégua, da gasolina à energia elétrica. De janeiro a junho, o IPCA-15 acumulou alta de 4,13%.

Talita lembrou que, no final de dezembro de 2020, o boletim Focus estimava inflação de 3,3% em 2021. Seis meses depois, essa expectativa já está em mais de 6%.

“Está havendo uma retomada das economias no mundo todo, não só no Brasil. Com isso, há escassez de produtos na linha de produção e, no Brasil, a crise hídrica atrapalha ainda mais a dinâmica dos preços. Qual a maneira de você domar a inflação? É justamente por meio da taxa de juros”, explicou.

A maior busca dos clientes por risco também se deve à inflação: com a taxa básica de juros ainda baixa, e perdendo para o IPCA nos últimos 12 meses, aumenta a procura por investimentos que possam ganhar da inflação. 

PIB

Ainda não sabemos como se saiu o PIB no primeiro semestre, mas pelo menos nos meses de janeiro, fevereiro e março, a alta foi de 1,2% – com expectativas do mercado de que terminemos 2021 com alta significativa.

“Quando eu vejo a expectativa de crescimento do PIB lá em dezembro de 2020, a expectativa que as pessoas tinham para 2021 era de 3,5%. Agora, esse crescimento já está em mais de 5%. A gente consegue enxergar claramente um otimismo em relação ao ano do que a gente tinha no início de 2021”, comemorou Talita.

Contribuem para esse otimismo o avanço da vacinação, cenário externo favorável impulsionando nossas exportações, o crescimento das vendas do comércio (a alta foi de 10,1% no primeiro semestre) e a prorrogação até outubro do pagamento do auxílio emergencial.

O QUE CAIU?

Dólar

Se em 2020 o dólar foi às alturas, com alta acumulada de 29,33%, em 2021 observamos sua queda. A moeda norte-americana caiu 4,16% nos primeiros seis meses do ano. E, no final de junho, fechou abaixo de R$ 5, o que não se via há um bom tempo.

RETORNO DE FUNDO DE AÇÕES É O DESTAQUE NO 1º SEMESTRE

A lista das dez maiores rentabilidades do primeiro semestre de 2021 ficou composta exclusivamente por fundos de renda variável. Desses dez fundos, sete são para proponentes qualificados e três para proponentes varejo, o que demonstra que independentemente do tipo de proponente, o participante pode alcançar bons retornos em sua carteira de previdência.

Confira a tabela* abaixo.

Fonte: Quantum. *ranking não considera fundos exclusivos e/ou exclusivos de parcerias, somente os oferecidos na grade

O semestre foi muito bom para os fundos com foco em ações. Adicionalmente, as outras estratégias (como crédito privado, multimercado) também foram bem em relação aos seus respectivos benchmarks.

É sempre válido lembrar que seis meses é um prazo muito pequeno para se avaliar o desempenho de um fundo, e que retornos passados não são garantia de retornos futuros. Dessa forma, é preciso sempre estar atento à adequação do portfólio aos seus objetivos e perfil de risco.

Hoje, a Icatu possui mais de 120 fundos de previdência distribuídos na grade, geridos por 75 gestores diferentes, possibilitando que todos os clientes possam encontrar as melhores opções de fundos dentro do universo de previdência privada aberta.

Publicado por blogicatu

Deixe seu comentário