Proteção familiar: 2 dicas para proteger quem você ama

Por Igor Brazao

A todo momento nos questionamos por vários motivos. Essa é uma atitude comum das pessoas. O questionamento é algo que nos faz analisar diversos pontos e rever alguns conceitos que tínhamos como um valor pessoal em alguns momentos. 

Mas, será que você já se perguntou quem gostaria de proteger no futuro? Ou como conseguir mais proteção familiar? Podemos te ajudar a solucionar essas questões e assim, manter as pessoas mais importantes da sua vida seguras.

Além da proteção familiar, se você seguir as duas dicas que vamos dar, ao longo deste conteúdo, deixará seu patrimônio, planejamento futuro e orçamento financeiro assegurados também. Vamos lá? 

Por que é importante pensar em proteção familiar?

Quando alguém está pensando em começar uma família é essencial refletir sobre a proteção familiar.

Quando falamos em proteção familiar, queremos nos referir a medidas que podemos tomar para deixar as pessoas importantes, em nossa vida, seguras. Ela é fundamental para suprir determinadas situações que não podemos prever e que podem impactar, negativamente, as pessoas que amamos, tanto fisicamente quanto financeiramente.

Quanto mais cedo começarmos a colocar essas medidas em prática, será mais difícil que seus familiares fiquem desamparados. Por isso, é fundamental não deixar a proteção familiar para depois e adicioná-la hoje ao seu planejamento financeiro.

Quer saber quais medidas você pode tomar para a manter a proteção familiar? Continue lendo!  

2 dicas para proteger seus bens e familiares 

Você pode começar a proteger alguém especial a qualquer momento. 

Se você possui filhos, pais ou idosos que dependam de você, ou é solteiro e não gostaria de deixar dívidas para seus familiares, é necessário começar a pensar (e tomar) medidas de proteção familiar. 

Abaixo, acompanhe 2 dicas para você proteger a si mesmo, as pessoas que ama, seu padrão de vida e as suas finanças. Tudo de uma vez!.

1.Contrate um Seguro de vida

O seguro de vida pode garantir a você e aos beneficiários, que desejar incluir no seu seguro de vida, coberturas sobre algo repentino ou algum imprevisto que podem acontecer com qualquer pessoa. 

Um plano de seguro de vida pode cobrir:

  • Indenização por Morte;
  • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente;
  • Invalidez Funcional Permanente Total por Doença;
  • Diagnóstico Definitivo de Doenças Graves;
  • Diária por Incapacidade Temporária;
  • Serviço de Assistência Funeral.

Além das coberturas, o seguro de vida pode te garantir diversas assistências e benefícios, como:

Seguro viagem

Nesse caso, vários serviços ficam disponíveis para o beneficiário enquanto estiver viajando, como: acompanhamento de menores, localização, transporte de bagagens e objetos pessoais, despesas médico-hospitalares e odontológicas.

Assistência Domiciliar 

Na assistência domiciliar são oferecidos  serviços, como: o envio de profissionais (encanador, eletricista, chaveiro, faxineira), suporte com despesas de proteção (vigilante) e com despesas de restaurante e lavanderia, caso a residência esteja inabitável, além de aluguel de veículo para transportar a mudança.

Sorteio Mensal em Dinheiro 

Ao contratar o seguro, você recebe um número da sorte para concorrer a sorteios mensais num determinado valor específico. Todos os sorteios são apurados com base na extração da Loteria Federal.

Com todas essas coberturas, assistências e benefícios, você ainda consegue pagar o valor do seu seguro de vida sem precisar apertar seu orçamento familiar. Você pode contratar um seguro de vida e ter diversos benefícios e assistências que serão uma cobertura ótima para as suas necessidades e de seus familiares. 

Com valores bem acessíveis, você consegue garantir um montante bem expressivo de renda para os seus beneficiários, caso ocorra alguma situação inesperada.

Agora que você já sabe qual é a primeira dica para manter a proteção familiar, que tal conhecer outra medida que pode ser tomada pensando no futuro das pessoas que mais importam na sua vida? Acompanhe!  

2. Comece a planejar a sua aposentadoria 

Para chegar bem na terceira idade e poder aproveitar a vida e as pessoas que ama, é fundamental se planejar e pensar em proteção familiar.

Para além de proteger a sua família de situações imprevistas, é fundamental planejar-se para ter um futuro próspero, sem precisar diminuir o padrão de vida. Para que seja possível aproveitar seus familiares e a vida, comece a planejar a aposentadoria o mais cedo possível. É essencial chegar lá na frente com preparo. 

Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), os brasileiros não possuem o costume de pensar a longo prazo, já que 6 em cada 10 pessoas, no Brasil, não se preparam para a aposentadoria.

Quando chega o momento de se aposentar, para as pessoas que não se planejam, as coisas podem sair do controle, já que as regras da previdência social vivem sofrendo alterações e sem um plano B, como exemplo uma previdência privada, acaba tornando-se quase impossível manter o padrão de vida de quando era um trabalhador ativo. 

Com essa queda do padrão de vida, todos os seus dependentes acabam sendo impactados, por isso, a segunda e última dica é fazer um planejamento previdenciário e colocá-lo em prática o mais rápido possível.  

Coloque a proteção familiar em prática 

Agora, resta apenas a você imaginar qual o tamanho da proteção que você deseja garantir a determinada pessoa ou a si mesmo.  Será que nos limitaremos a tomarmos decisões, mesmo sabendo de todas as incertezas que estamos expostos, e deixar algum ente querido sem o suporte necessário num momento de uma necessidade qualquer? Não deixe a proteção familiar de lado limitando-se a crenças e valores!

Muitas pessoas não possuem resguardo financeiro e com isso, não conseguem guardar dinheiro para a contratação de um seguro de vida ou para planejar a aposentadoria. Pode ser que você passe pelo mesmo, por isso, confira o artigo “Organizar a vida financeira não é tão dificil quanto parece!” e veja como priorizar o seguro de vida e a previdência privada no seu orçamento. E assim, consiga ter proteção familiar. 

O que você acha de colocar em prática as dicas que acabou de aprender? Caso queira aprofundar-se nesses temas, que tal conversar com um de nossos consultores e entender melhor qual proteção é a melhor para você? 

Siga nossas dicas e tenha mais tranquilidade em relação ao seu futuro!

Leia também:

Publicado por Igor Brazao

Deixe seu comentário