Saiba como planejar a aposentadoria

Por Diana Dantas

A terceira idade mudou de uns anos pra cá. Hoje em dia, as pessoas vivem mais e melhor.

Além de cuidar dos netos, atualmente, os idosos aproveitam o tempo livre para estudar, dançar, praticar esportes e até mesmo correr maratonas e saltar de paraquedas. Cada dia uma emoção nova. A ideia é aproveitar a vida ao máximo e realizar todos os sonhos que o dia a dia do trabalho e a criação dos filhos não permitiram.  

Para isso, no entanto, é necessário ter saúde e uma reserva financeira a fim de garantir os próximos anos. Manter-se ativo por mais tempo, por exemplo, requer uma alimentação balanceada e práticas regulares de exercícios físicos, desde a juventude.

Criar uma poupança com objetivo de ter um plano de aposentadoria não é muito diferente. Demanda organização e planejamento a longo prazo, a partir do momento em que se começa a vida profissional.

A disciplina, porém, não é um hábito tão comum quanto deveria ser. Às vezes, precisa-se de força de vontade e de uma ajudinha extra. Por isso, a seguir, vamos dar umas dicas de como planejar a aposentadoria, para que seja possível aproveitar essa fase da vida sem preocupações. 

 

Como planejar  a aposentadoria e o futuro?

Entender como planejar a aposentadoria é o primeiro passo para uma velhice com tranquilidade e boas condições.

Antes de pegar em uma calculadora, o primeiro passo é sonhar. Sonhar em como se deseja viver a aposentadoria. Viagens, casa no campo, abertura de empresa… A imaginação pode voar longe.

Esqueça, contudo, sugestões sobre considerar 70% das despesas da casa no momento anterior à aposentadoria. É preciso projetar o padrão de vida que se quer manter. Isso porque os tipos de gastos variam da fase economicamente ativa para a inativa.

Por exemplo, para entender como planejar a aposentadoria, deve-se ter em mente que, nessa fase, crescem os custos com saúde e lazer. Por outro lado, diminuem as despesas com os filhos e com a contribuição previdenciária. A partir da constatação dessas mudanças de realidade e da idealização do estilo de vida, é possível partir para os cálculos.

Veja um passo a passo:

  • Agrupe os gastos por categoria;
  • Estipule o valor aproximado de cada uma dessas despesas;
  • Some tudo.

O objetivo desse plano de aposentadoria é apenas ter uma ideia de quanto se necessita ganhar mensalmente, para viver de forma confortável.

Algumas pessoas, no entanto, acreditam que é bobagem fazer um cálculo de um futuro tão longínquo. Apesar disso ser um pouco verdade, ter algum parâmetro dos gastos é melhor do que não ter, certo?

Uma porcentagem média dos gastos que você terá no momento da aposentadoria já permite estimar o quanto da renda será comprometida. Não são necessários detalhes, apenas um valor aproximado dos grupos de despesas.

Esses são apenas os primeiros passos para uma aposentadoria tranquila e feliz. Ainda é preciso fazer uma preparação financeira, conhecer fundos de investimentos e os tipos de previdência disponíveis no mercado. Vamos lá?

 

Como planejar a aposentadoria: comece pela preparação financeira!

Como planejar a aposentadoria é algo fundamental para o bem-estar financeiro na velhice, busque fazer isso ao lado das pessoas que você ama.

Antes de começar a fazer o plano de aposentadoria, considere as seguintes análises:

Decida quando você irá se aposentar

A ideia inicial é que: quanto mais tempo investindo, mais alto será o valor da sua renda mensal. Por isso, tenha em mente que caso você esteja analisando como planejar a aposentadoria com uma idade mais avançada, é provável que você tenha que fazer aplicações mais altas.

Outro ponto importante é que: quanto maior o tempo investindo, menores deverão ser os seus aportes mensais. Para entender mais sobre esse tema, leia esse artigo.

Além disso, se você está começando a pensar em como planejar a aposentadoria um pouco mais novo, lembre-se que existem tipos de investimentos que são de longo prazo, como a Previdência Privada.

Escolha qual renda mensal você quer ter

Calcule a reserva que será necessária (como já evidenciado no início do artigo). Assim, você conseguirá saber exatamente os valores que precisará guardar ou investir.

Depois disso, pense nos tipos de investimentos que podem ser mais rentáveis para a renda mensal que você deseja.

A Previdência Privada, por exemplo, pode render muito mais que alguns investimentos. Se compararmos a poupança com a previdência privada, você verá que na segunda os rendimentos são maiores. 

A média de rendimento da poupança é de apenas 6,5% ao ano, já na previdência, esse valor pode variar de acordo com o fundo escolhido. Isso significa que há a possibilidade para sempre ganhar mais.

Não entende muito bem sobre os fundos de Previdência Privada? Não se preocupe, é possível saber mais informações neste artigo.

Depois de responder a essas perguntas, você provavelmente está mais preparado para saber como planejar a aposentadoria. Porém, caso ainda sentir que precisa tirar dúvidas sobre o tema, temos um curso online gratuito para te indicar:

Como Planejar a Aposentadoria, oferecido pela Icatu Seguros em parceria com a Fundação Getúlio Vargas.

Depois é só colocar o plano em ação! Ao fazer a nossa parte, ficamos mais sossegados sobre o futuro e como planejar a aposentadoria, assim, podemos aproveitar melhor o presente.    

Publicado por Diana Dantas

Formada pela PUC-Rio, Diana Dantas passou por diferentes redações, como O Estado de S. Paulo, Agora SP (Grupo Folha) e Brasil Econômico (Grupo Ejesa). Nesse período, trabalhou nas editorias de Educação, Cidades, Cultura e Economia. Desde de 2017, escreve para Icatu sobre seguros e planejamento financeiro.

Deixe seu comentário