Entenda quando solicitar o aviso de sinistro! | Blog Icatu

Entenda quando solicitar o aviso de sinistro!

Por Paula Lopes

Quem tem um seguro de vida contratado ou está planejando fazê-lo, procura amenizar os impactos de situações imprevistas para si e familiares.

No entanto, a falta de alguns cuidados durante a contratação desse produto pode dificultar ainda mais situações em que se busca apenas paz, tranquilidade e segurança. A principal falta de cuidado é saber o que fazer no momento da contratação e na abertura de sinistro

Por isso, nesse conteúdo, vamos explicar quando solicitar o aviso de sinistro e como fazê-lo. Continue a leitura e saiba mais! 

O que é o sinistro? 

No mercado de Seguro de Vida, um sinistro está associado a uma circunstância que provoca perda, prejuízo, dano.  O sinistro, então, é a ocorrência de um evento previsto e coberto na apólice do seguro contratado (e antes de seguir nosso texto, você quiser saber mais sobre apólice, outro termo muito comum no segmento de seguros, indicamos a leitura deste post: O que é apólice do seguro de vida? Saiba aqui!). 

É importante que as coberturas de cada evento estejam bem detalhadas na apólice para que, caso se concretizem, os serviços contratados sejam devidamente prestados.  

Quando uma situação ou risco não está claramente especificado, não há direito à indenização pelas perdas e danos originados em determinado acontecimento. Por isso, antes de dar o aviso de sinistro, tenha em mãos seu documento de apólice.

Quando solicitar a abertura de sinistro? 

A abertura de sinistro ou a solicitação de um aviso de sinistro deve acontecer quando uma das situações registradas na apólice se concretizar.  

Vamos passar agora por algumas situações que podem provocar o aviso de sinistro. Aqui, é possível destacar que um seguro de vida tem diversas possibilidades de cobertura, além de morte ou invalidez. 

Morte natural ou acidental 

Esta é a cobertura mais básica do seguro de vida. O falecimento de um segurado nessa modalidade pode ser por causa natural, como idade avançada, ou causa acidental, como acidente no trânsito. O pagamento do prêmio contratado vai para o beneficiário indicado na apólice que pode ser filhos, cônjuge ou qualquer outra pessoa indicada. 

A indenização pode ser paga de forma única ou de renda. Segundo a SUSEP, órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, o valor da vida da humana é inestimável, portanto, pode ser estipulado qualquer valor de indenização. 

Doença terminal 

O principal motivo de contratar esta cobertura é que, caso seja constatado o estado terminal de uma doença, o segurado poderá optar por receber antecipadamente a indenização. Essa possibilidade é de grande ajuda visto que em muitas vezes essa fase da doença gera altos custos. 

Lembramos que é sempre importante analisar os detalhes da apólice verificando inclusive o valor da indenização antecipada nesse caso. Assim, no momento de fazer o aviso de sinistro, você não será vetado.

Invalidez em caso de acidente 

A cobertura por invalidez em caso de acidente é uma cobertura que permite receber a indenização em vida e abrange uma variação de cenários. Um deles é a cobertura por invalidez total ou parcial que cobre, por exemplo, acidentes que causam invalidez e impedem o segurado de manter seu sustento. Aqui também se encaixam acidentes domésticos que causam invalidez parcial. 

Uma outra categoria é a cobertura total ou parcial permanente indicada para profissionais liberais como dentistas, médicos, cabeleireiros, músicos ou outras profissões que, por exemplo, dependem diretamente das mãos para exercer seu trabalho.

Aqui é possível escolher uma indenização maior para receber depois do aviso de sinistro, inclusive para partes específicas do corpo, caso o profissional fique impossibilitado de continuar exercendo a profissão em razão do acidente no membro segurado. 

Antes de passar para o próximo tópico, vamos lembrar que você pode pesquisar mais sobre as possíveis coberturas com um de nossos especialistas. Vamos deixar aqui mais uma sugestão de leitura que trata de uma outra cobertura bastante interessante: Incapacidade temporária: tenha seus benefícios garantidos! Acesse!

Então, como fazer o aviso de sinistro?

Pedir a abertura do aviso de sinistro não é difícil, já que isso pode ser feito tanto por telefone quanto online.

A primeira medida na ocasião de um sinistro é acionar a seguradora e avisar sobre o ocorrido. Algumas empresas oferecem esse primeiro contato de forma online e outras por telefone. O mais importante é que o segurado ou o beneficiário receba as devidas orientações e fique ciente de que forma agir.   

O procedimento padrão das seguradoras, normalmente, é solicitar o preenchimento de um formulário de sinistro. Informe com cuidado todos os detalhes para evitar futuros retornos por erros ou dados faltantes no aviso de sinistro. 

Quais os documentos necessários para o aviso de sinistro? 

A documentação necessária pode variar de acordo com cada tipo de sinistro e a seguradora deve esclarecer essa informação logo no primeiro contato, mas alguns documentos devem ficar disponíveis em qualquer situação. São eles: 

  • Cópia autenticada da certidão de óbito; 
  • Cópia simples do boletim de ocorrência; 
  • Cópia simples do RG do segurado; 
  • Cópia simples do CPF do segurado; 
  • Cópia simples da certidão de casamento (caso o segurado seja casado).
     

Uma série de itens assistenciais podem estar previstos na apólice e a seguradora deve ajudá-lo nesse encaminhamento para lhe poupar burocracias.  

Solicitar o aviso de sinistro é uma tarefa simples visto que é uma atividade necessária num momento que envolve dano e dor.  Lembre-se de deixar os documentos básicos organizados e beneficiários avisados. A falta de informação dos beneficiários em caso de morte do segurado é um entrave recorrente.

Se quiser conhecer mais sobre esse processo ou sobre os tipos de coberturas, entre em contato com nossos especialistas. Esperamos por você! 

E, então, o conteúdo sobre aviso de sinistro foi útil? Esperamos que sim! Aproveite e leia também sobre o que esperar do mercado de Seguro de Vida em 2021!

Publicado por Paula Lopes

Paula Lopes possui mais de 12 anos de experiência em curadoria e produção de conteúdo, gestão de canais, implantação de plataformas digitais, campanhas de engajamento e eventos motivacionais para o público interno de empresas de diferentes segmentos e portes.

Deixe seu comentário