Como fazer uma cotação de seguro de vida? Confira!

Por Alessandra de Paula

Você já pensou em fazer um seguro de vida, mas desistiu porque achou que era algo caro demais, ou que a contratação poderia ser complicada? Saiba que ficar protegido não custa tanto quanto as pessoas acreditam, nem mesmo os trâmites são impeditivos, muito pelo contrário, fazer a cotação de seguro de vida é bem simples! 

Nesse artigo, mostramos como fazer a cotação do seguro de vida e quais pontos é preciso ter atenção na hora da contratação. Confira!  

Por que contratar um seguro de vida? 

Quando contratamos um seguro de vida, estamos pensando não somente no bem-estar das pessoas que mais amamos, mas também na nossa segurança.

Infelizmente, imprevistos acontecem. Imagine, por exemplo, que você precise parar de trabalhar devido a um acidente, ou enfermidade grave, ter um seguro pode ajudar, e muito, a solucionar as questões financeiras. Muitas vezes, as pessoas só pensam nesse tipo de proteção a partir do momento que a dificuldade aparece. 

Leia também o artigo: Seguro de vida vale a pena? Conheça seus benefícios!   

O mesmo se aplica em relação ao amparo da família no caso de morte e, consequentemente, falta de sustento pela ausência do mantenedor da casa. Nessa situação, seus entes queridos terão uma assistência financeira se houver um seguro de vida.  

Agora que você já sabe o por que contratar um seguro, confira abaixo o que é uma cotação de seguro de vida:

O que é uma cotação de seguro de vida 

A cotação é essencial para quem está pensando em adquirir seguros, seja para proteger seu patrimônio e até a própria vida e a dos seus familiares. 

Entre os itens que devem ser observados durante a cotação do seguro de vida, e que certamente terão influência sobre o seu valor, estão as coberturas do seguro, a existência de serviços adicionais e o período de franquia, se houver. Dessa forma, o cliente tem mais chances de adquirir um produto que atenda suas necessidades e caiba no bolso. 

Por que fazer uma cotação de seguro de vida? 

Fazer uma cotação de seguro é fundamental para encontrar o plano certo para você e seus familiares!

Com tantos tipos de seguros sendo oferecidos, desde os mais simples até os mais sofisticados, estudar atentamente os produtos disponíveis é fundamental. 

Por meio da cotação de seguro de vida, o cliente fica sabendo mais detalhes dos seguros oferecidos, como as coberturas disponíveis, e consegue garantir, assim, o melhor para as suas necessidades. Para isso, o primeiro passo é ter em mente o que se está buscando: levante quais são seus objetivos com o seguro de vida e faça a pesquisa com calma, estipulando um valor para incluí-lo em suas despesas. 

Como fazer a cotação de seguro de vida 

Fazer a cotação de um seguro de vida é simples e a Icatu Seguros pode ajudar nesse processo, buscando a cotação mais adequada às suas necessidades, basta clicar aqui.  

No caso do seguro de vida Essencial, da Icatu, por exemplo, o cliente ainda tem assistências como seguro viagem e seguro domiciliar, além da possibilidade de participar de sorteios mensais no valor de R$ 100.000 (cem mil reais) e não há acréscimo de valor no plano contratado. 

Outro ponto importante a verificar é como funciona o SAC da seguradora. Veja quais são os canais disponíveis e o horário de atendimento. Ou seja, é essencial saber se você será atendido com agilidade na hora que mais precisar. Aqui na Icatu, vários canais estão disponíveis aos clientes, incluindo, também, o atendimento via chat exclusivo a pessoas com deficiência auditiva.  

Qual é o valor de um seguro de vida? 

É preciso pensar o seguro de vida não como um gasto, e sim como um investimento no futuro. Para se ter uma ideia, ele pode custar menos do que uma pizza aos domingos. 

De forma prática, no caso do seguro de vida, o seu preço é calculado com base no perfil do cliente . A seguradora avalia cuidadosamente quais as probabilidades de sinistro (morte, ou invalidez) de cada segurado, tendo em vista os fatores de risco da vida de cada um. 

Veja mais detalhes de como é calculado o valor do seguro de vida!  

Além disso, é possível personalizar seu plano de acordo com suas necessidades, contratando apenas coberturas que façam sentido para você. O resultado é um seguro de vida que cabe no bolso e que te protege financeiramente. 

Qual é o melhor plano? 

O melhor plano é justamente aquele baseado no que você realmente precisa. E, dependendo da idade, ou do momento da vida, essas necessidades podem mudar.

Durante a juventude, ou vida adulta, o seguro de vida faz toda a diferença para as situações de invalidez, ou doenças graves. Já durante a maturidade, esse tipo de contratação deixa o segurado mais tranquilo caso ele venha a faltar. Assim, a família não passará necessidade. 

Saiba mais sobre a importância do seguro em cada fase da vida!  

Qual é a idade máxima para fazer um seguro de vida? 

Para fazer a cotação de seguro de vida é essencial saber se existe uma idade ideal.

Essa é uma dúvida muito frequente quando o assunto é contratação de um seguro de vida. Geralmente, as seguradoras aceitam novos clientes até determinada idade, que costuma ser 65 anos. Já a idade mínima é 14 anos completos para adquirir uma apólice de seguro de vida. 

Veja mais detalhes sobre a idade ideal para contratar um seguro de vida!  

Independente do seu momento, ao decidir por um seguro, é essencial tomar alguns cuidados durante a sua pesquisa de cotação de seguro de vida e na hora da contratação. 

O primeiro deles é verificar se a seguradora é credenciada na Superintendência de Seguros Privados (Susep). A partir daí, pesquise se ela tem boa imagem no mercado, incluindo reputação e qualidade. Para isso, veja os depoimentos de seus clientes e se eles estão satisfeitos com os produtos oferecidos. Caso opte por uma corretora, é importante que ela seja de sua confiança, para que, assim, possa ajudar na intermediação da contratação. 

Esperamos que esse artigo tenha contribuído para tirar suas dúvidas sobre como fazer a cotação de  seguro de vida e, mais do que isso, a importância de tomar essa decisão. 

Leia também: 

 

Publicado por Alessandra de Paula

Alessandra de Paula tem mais de 15 anos de experiência em produção de conteúdo e pesquisa jornalística. Integrou a equipe de Comunicação do Ministério da Cultura, e trabalhou em grandes empresas do Rio de Janeiro, como O Globo, Extra, Jornal do Brasil, Jornal do Comercio, CDN, In Press e SRCOM, realizando diversas coberturas, incluindo Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, e Réveillon de Copacabana. Também produziu conteúdo para sites da Rede Globo.

Deixe seu comentário