Traduzindo o Segurês: Reserva Matemática - Blog Icatu Seguros

Traduzindo o Segurês: Reserva Matemática

Por blogicatu

Quanto você precisaria poupar todo mês para se aposentar daqui a 25 anos? E, após esse período de investimento, como garantir que você receberá sua aposentadoria todo mês, por mais 25 anos?

Todas essas perguntas têm resposta. E quase todas as respostas estão “depositadas” na reserva matemática do seu plano.

Explicando de forma bem simples, a reserva matemática é a soma de todo o dinheiro que você investiu no plano, mais os juros (ou seja, a rentabilidade).

É essa “reserva” que, no futuro, vai garantir que todo mês você receba sua aposentadoria.

Quando você começa a contribuir para o seu plano de previdência privada, sua reserva matemática é zero. Com o passar do tempo, ela vai crescendo cada vez que você contribui (nessa fase, é chamada de reserva matemática de benefícios a conceder), até que termina a fase de acumulação. A partir daí ela muda de nome e vira reserva matemática de benefícios concedidos.

Pense na clássica imagem do porquinho de barro: ele é sua reserva matemática, ainda vazia. À medida que você faz depósitos (ou contribuições), o porquinho vai ficando cada vez mais pesado. Até que, alguns anos depois, chega o grande dia em que você se aposentou e vai começar a receber seu benefício.

Aí, a história se inverte: é hora de começar a tirar dinheiro do seu porquinho. Assim como sua reserva matemática, com o passar do tempo ele vai ficando cada vez mais leve.  

Simples, não? O que acaba complicando as coisas é justamente o cálculo que deve ser feito para saber quanto é preciso investir todo mês. Ou seja: daqui a 25 anos, quanto preciso ter poupado para começar a receber a renda mensal que escolhi?

Antes que você pegue a calculadora e abra sua planilha: essa conta é complexa e feita com fórmulas financeiras e de probabilidade, já que o cálculo da reserva matemática é feito atuarialmente.

Ou seja, usa conceitos financeiros, econômicos e de probabilidade para calcular o valor necessário para o pagamento dos seus benefícios futuros, levando em consideração uma série de fatores e variáveis. Por exemplo: taxas de juros, inflações futuras, sua expectativa de vida, aumento ou diminuição da sua família etc.

Parece difícil, né? Mas nós da Icatu estamos aqui justamente para ajudar no planejamento da sua aposentadoria e fazer essa conta por você.

Clique aqui e utilize o nosso Simulador de Renda de Aposentadoria.

Leia também:

Publicado por blogicatu

Deixe seu comentário