Aprenda poupar dinheiro e realizar investimentos!

Por Paula Lopes

A vida não é fácil para ninguém e, entre uma crise e outra, a importância da educação financeira fica evidente. Aprender a poupar dinheiro torna-se, portanto, um tema central e obrigatório para um número cada vez maior de pessoas. 

Mas como economizar quando falta dinheiro e sobra conta? Quanto separar por mês? É possível investir com pouco? Por onde começar? 

Saiba, desde já, que muito se pode fazer para a conquista do equilíbrio financeiro. Não há tempo a perder. Comece já, hoje mesmo! Esse é nosso convite para você. Continue lendo e confira as melhores dicas para saber como poupar dinheiro!    

Por que é tão importante poupar dinheiro? 

As vantagens de contar com uma reserva ou possuir investimentos vão além de possibilitar independência financeira e uma vida com mais conforto e qualidade. Poupar e investir nos ajuda a realizar sonhos e facilita bastante na conquista de nossos objetivos de curto, médio e longo prazo

Nossas economias também podem nos salvar de situações críticas e inesperadas, evitando endividamentos.  

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), encerramos dezembro de 2020 com 66,3% dos consumidores acessando alguma modalidade de crédito (cartão, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, entre outros).  

A mesma pesquisa registra um total de 25,2% de famílias com dívidas ou contas em atraso no mesmo mês. Os números do mesmo período de 2019 não são melhores, variando apenas cerca de 1 ponto percentual, para menos.  

Com o equilíbrio financeiro afetado, gastando mais do que a capacidade de pagar, temos uma série de situações afetadas no padrão de vida, na liberdade de manobrar decisões sobre a carreira e a vida pessoal e até impactos nas ações para a aposentadoria. 

Muitas dimensões da nossa vida dependem do nosso equilíbrio financeiro, por isso é tão importante aprender poupar dinheiro. Mas como começar? 

Como traçar um planejamento financeiro e poupar dinheiro? 

Algumas ações são fundamentais para a realização do planejamento financeiro. Tudo começa com organização e controle. Será crucial, por exemplo, saber exatamente onde cada centavo do seu dinheiro está sendo empenhado.  

Acredite: grandes resultados serão alcançados com a soma de pequenas ações. Em se tratando de poupar dinheiro e investir, nenhum esforço pode ser considerado bobo ou menor.  

Gastos x salário 

Gastar menos do que se ganha é uma das regras básicas da educação financeira, óbvia e lógica, mas difícil de executar.  

Você deverá olhar para seus gastos a todo momento, definindo prioridades e criando soluções para a redução ou eliminação dos custos que escapam ao primordial. 

Além de organização e controle, o planejamento financeiro vai exigir muita disciplina e força de vontade.  

Para ajudá-lo a poupar dinheiro, tenha objetivos claros. Você notará sua determinação se fortalecer se tiver clareza de suas metas, assim todo seu esforço ganha um propósito.  

Antes de seguirmos para a próxima recomendação, anote uma segunda regra de outro da educação financeira: a regularidade. Poupar e investir com regularidade é crucial.  

Coloque investimento como uma conta fixa 

Poupar uma quantia determinada todo mês deve estar entre suas prioridades. Como citamos no item anterior, a constância é essencial para que você evolua no seu planejamento financeiro. 

Todo investimento deve ser encarado como uma conta fixa, um valor que não pode ser mexido ou usado para compras dispensáveis, promoções ou para satisfazer nossas necessidades de compensação e reconhecimento psicológico que sempre aparecem para nos tirar do rumo. 

Anote aí: se tem uma coisa que todos nós merecemos é ter uma vida digna, com qualidade e tranquilidade. Foco na missão! 

Não deixe o dinheiro na poupança 

Poupar dinheiro não é tarefa fácil. Temos as crises econômicas, a falta de educação financeira e uma infinidade de outras distrações que tornam o equilíbrio financeiro uma tarefa árdua. 

Quem consegue superar as adversidades deve fazer valer seus esforços. A ideia é que o dinheiro reservado renda o máximo possível. A poupança, porto seguro e investimento mais conhecido dos brasileiros, costuma ser escolhida por conta de sua liquidez. 

No entanto, não é uma boa opção para deixar o dinheiro render. Existem outros tipos de aplicações que também permitem retirar o investimento no mesmo dia, caso surja uma emergência, por exemplo. 

Mantenha os investimentos mesmo com a volatilidade 

A volatilidade é uma medida estatística que indica a possibilidade do preço de um ativo cair ou subir em dado período. Quanto mais volátil um ativo, mais arriscado. Usualmente, investidores com perfil mais arrojado escolhem esses investimentos.  

A questão aqui é que diversos fatores podem influenciar o sobe e desce do preço desses ativos e uma perda acentuada pode motivar até mesmo investidores mais experientes a tomar atitudes que prejudiquem os rendimentos. 

Mesmo em momentos conturbados como o que estamos vivendo durante a pandemia, mantenha seus investimentos. Antes de tomar qualquer atitude pense bem e faça análises considerando perspectivas, cenários e ação de especuladores. Qualquer movimentação deve ser feita em um momento que conte em seu favor.  

Quanto devo poupar por mês? 

Além da segurança, poupar dinheiro também é um incentivo para quem deseja investir!

Esta é uma dúvida muito comum de quem está começando a poupar dinheiro. Especialistas estabelecem entre 10% e 15% de toda a renda mensal líquida, mas de fato a economia deve ser adequada à realidade e objetivos financeiros de cada pessoa. 

Lembre-se: nada de exageros ou efêmera empolgação. Estabelecer um valor acima do possível faz com que a constância se quebre e o planejamento fracasse. Estabeleça um valor adequado a sua realidade e, em caso de alguma sobra esporádica, não pense duas vezes, poupe o dinheiro e invista. 

A Previdência Privada me ajuda a poupar? 

A Previdência Privada é um investimento de médio a longo prazo que apresenta características muito interessantes para quem busca um bom planejamento financeiro. 

Para muitas pessoas o processo de separar dinheiro e investir é um entrave. Porém, as contribuições da Previdência Privada podem ser feitas de forma mensal, funcionando muito bem para resolver essa questão de organização financeira.  

Outra vantagem da Previdência Privada está no valor mínimo dos aportes. Aqui na Icatu, existe a possibilidade de fazer aplicações a partir de R$ 100,00. É relevante citar que o valor mensal do aporte é atualizado anualmente um índice atrelado à inflação, no caso dos fundos de previdência privada da casa, este índice é o IPCA

Este investimento ainda possui vantagens tributárias, que servem como um incentivo a longo prazo: 

  • Tanto para a Previdência Privada VGBL quanto para a PGBL – a tabela de tributação regressiva é uma opção que reduz a alíquota de imposto conforme o passar dos anos, chegando a uma tributação de 10% para investimento acima de 10 anos. A menor tributação em outros tipos de investimento chega a 15%. 
  • No plano PGBL, os valores das contribuições são dedutíveis na Declaração de Ajuste Anual, limitado a 12% do rendimento tributável. 

Para sabe mais se vale o investimento em Previdência Privada, acesse: 

E então, o que acha de começar a poupar dinheiro hoje mesmo?

Publicado por Paula Lopes

Paula Lopes possui mais de 12 anos de experiência em curadoria e produção de conteúdo, gestão de canais, implantação de plataformas digitais, campanhas de engajamento e eventos motivacionais para o público interno de empresas de diferentes segmentos e portes.

Deixe seu comentário