Incapacidade temporária: tenha seus benefícios garantidos!

Por Antonio Carlos Teixeira

Dizer que um seguro de vida pode ser utilizado em diversas outras situações que não envolvam a morte do segurado ainda surpreende muita gente. No entanto, a cobertura de morte é apenas uma das possibilidades de proteção existentes. 

Uma das coberturas disponíveis é a de diária por incapacidade temporária por doença (DIT) ou acidente. Ou seja, caso você tenha a renda comprometida por alguma dificuldade que impossibilite a prática profissional, é possível acionar o seguro e receber um pagamento na forma de diária. 

Trata-se de uma forma de proteger a renda e é uma cobertura muito interessante para profissionais autônomos, por exemplo Vamos saber mais sobre isso a seguir! 

O que é incapacidade temporária? 

Conforme a expressão, “incapacidade temporária” resulta da perda momentânea das condições físicas ou mentais para a realização de atividades profissionais. A incapacidade temporária é resultante das seguintes formas de interrupção laboral:

  • Doenças e  
  • Acidentes ocorridos fora do ambiente de trabalho (chamados de acidentes pessoais).   

No caso das doenças, a incapacidade temporária pode cobrir enfermidades como:

  • Lesão por Esforço Repetitivo (LER);
  • Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT);
  • Lesão por Trauma Continuado ou Contínuo (LTC);
  • Problemas de saúde não classificados como “doenças graves”.  

Nesse caso, são listadas como doenças graves:

  • Câncer; 
  • Infarto agudo do miocárdio; 
  • Acidente vascular cerebral; 
  • Insuficiência renal terminal; 
  • Transplante de órgãos; 
  • Cirurgia “ByPass”
  • Paralisia de membros; 
  • Cegueira/perda da visão; 
  • Surdez/perda da audição; 
  • Mudez/perda da fala; e 
  • Esclerose múltipla. 

Quem pode solicitar o afastamento por incapacidade temporária? 

O afastamento por incapacidade temporária pode ser requerido por pessoas que tenham renda financeira decorrente de realização de atividade profissional comprovada. Sobre a faixa etária, cada seguradora trabalha com um recorte específico.   

Seguro para incapacidade temporária: por que contratar?

A contratação de um seguro de vida com cobertura de incapacidade temporária pode ser muito eficiente para quem deseja proteção!

A contratação de um seguro para incapacidade temporária é uma ótima opção para quem deseja se prevenir, momentaneamente, de perdas de renda devido a infortúnios durante a vida.

Além disso, é para aqueles que buscam ter a tranquilidade de contar com um amparo financeiro emergencial enquanto durar a situação que o mantém incapaz de realizar suas atividades profissionais. 

É uma solução que pode ser muito útil, principalmente, para quem possui vida financeira independente, como profissionais liberais ou trabalhadores autônomos. 

Mas, seguro de vida não cobre apenas casos de morte e de invalidez?  

Não! Com o desenvolvimento da sociedade e o surgimento de novas atribuições, necessidades, responsabilidades e riscos, as opções para contratação e cobertura do seguro de vida começaram a se adaptar aos novos estilos de pensamento e de planejamento pessoal e familiar. 

Para suprir esses novos anseios, as coberturas oferecidas para um seguro de vida se aproximam das reais necessidades de proteção, conforto, tranquilidade e segurança que o segurado deseja.

Hoje em dia, além das tradicionais coberturas de indenização por morte e invalidez, o seguro de vida oferece opções relacionadas a doenças, acidentes pessoais, ou perda de renda. Veja aqui as perguntas frequentes sobre seguros de vida! 

Atualmente, um seguro de vida pode, basicamente, oferecer diversas coberturas, as principais são:  

  • Morte;  
  • Invalidez por Acidente;  
  • Doenças Graves; 
  • Incapacidade Temporária;  
  • Assistência Funeral. 

Quer saber mais sobre elas? Acesse aqui. 

Diárias por Incapacidade Temporária (DIT)  

O Guia de Orientação e Defesa do Consumidor da Superintendência de Seguros Privados (Susep) define “Diárias por Incapacidade Temporária” (DIT) como aquelas que garantem “o pagamento de diárias em caso de impossibilidade contínua e ininterrupta do segurado exercer a sua profissão ou ocupação, durante o período no qual se encontrar em tratamento médico.”  

Ou seja, “é uma cobertura para casos em que o segurado se afaste de seu trabalho por motivo de alguma doença ou acidente pessoal. Nesse caso, será pago um valor por cada dia que o segurado fique afastado do trabalho.” 

Prazos de carência 

Agora, vamos abordar sobre os prazos de carência para o segurado estar apto a solicitar as Diárias por Incapacidade Temporária contratadas no seguro. 

Tendo como exemplo o seguro Essencial da Icatu, o período de carência para solicitação das Diárias por Incapacidade Temporária contratadas no seguro varia de acordo com as seguintes situações: 

  • 60 dias, em casos provocados por doenças, exceto LER/DORT/LTC, contados a partir do início de vigência do seguro; e
  • 150 dias, em casos em decorrência de LER/DORT/LTC, contados a partir do início de vigência do seguro. 

Os casos de incapacidade temporária provocados por acidentes pessoais não possuem carência. Contudo, em casos de tentativa de suicídio, é importante lembrar que o segurado precisa ter um mínimo de dois anos de contratação, ou de adesão ao seguro. 

Tipos de Diárias por Incapacidade Temporária 

A Icatu disponibiliza dois tipos de Diárias por Incapacidade Temporária (DIT): 

  • DIT Módulo 1: essa modalidade não oferece cobertura para doenças provocadas por LER, DORT e LTC; e 
  • DIT Módulo 2: com coberturas para LER, DORT e LTC. 

Como contratar a cobertura para incapacidade temporária? 

A cobertura para incapacidade temporária pode ser facilmente contratada, o que garante grande praticidade para quem deseja proteção fora do ambiente de trabalho.

Caso tenha se interessado pela contratação de um seguro com a cobertura de incapacidade temporária, acesse aqui e saiba agora mesmo o valor do seu seguro de forma gratuita e 100% online.  

Leia também: 

Publicado por Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, com passagens pelas redações dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e O Dia e das agências de notícias do JB e de O Globo, atua desde 1997 na comunicação e jornalismo do mercado de seguros como repórter, redator e editor, autoria de reportagens especiais, artigos e editoriais e gestão de conteúdo de revistas impressas e digitais, sites, blogs, livros e publicações técnicas, corporativas, institucionais e setoriais.

Deixe seu comentário