O que é Taxa Selic e como ela afeta as suas finanças? | Blog Icatu

O que é Taxa Selic e como ela afeta as suas finanças?

O que é Taxa Selic e como ela afeta as suas finanças?

Por Alessandra de Paula

A taxa Selic faz parte vocabulário econômico do país, sendo citada cotidianamente nas TVs e jornais, mas nem todos sabem exatamente o que ela significa e como afeta a nossa vida cotidiana. Se você também possui dúvidas, confira essa matéria. Aqui, vamos esclarecer as principais questões envolvidas no assunto. Acompanhe!

O que é Taxa Selic? 

Para começar, vamos responder o que é taxa Selic. A sigla Selic significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia. Parece complicado, mas não é. 

Essa sigla, na prática, nomeia um sistema computadorizado, administrado pelo Banco Central do Brasil, com o objetivo de controlar a emissão, compra e venda de títulos do Tesouro Nacional

Resumindo, Selic é a taxa básica de juros da economia no Brasil. Além do Banco Central, somente instituições financeiras têm autorização para negociar títulos nesse ambiente virtual.  

Como funciona a Taxa Selic? 

Diariamente, o volume de operações bancárias no país é muito grande. Por isso, o Banco Central determina que as instituições bancárias devem encerrar o dia com o caixa equilibrado. Para cumprir a lei, os bancos fazem empréstimos com outros bancos.  

E onde entra a Selic nessa história? Geralmente, os empréstimos são de curtíssimo prazo (24 horas). Como garantia, as instituições oferecem títulos públicos adquiridos do Banco Central. Sabendo disso, vale conhecer a diferença entre Taxa Selic Over e Taxa Selic Meta

Agora que você já sabe o que é Selic e como ela funciona, vamos aprender o que são a taxa Selic Over e taxa Selic Meta. Confira, a seguir.

Taxa Selic Over

A taxa Selic Over é a taxa de juros adotada quando um banco empresta dinheiro a outro e usa, como garantia, títulos públicos adquiridos do Banco Central. Essa média ponderada e ajustada é divulgada diariamente. 

Taxa Selic Meta

Já a taxa Selic Meta é aquela que vemos na TV e nos jornais, representando a taxa básica da economia, uma vez que é utilizada como parâmetro para todas as outras adotadas pelo mercado. Em geral, costuma ser a menor taxa de juros da economia. É dessa taxa que estamos tratando aqui.  

A taxa Selic Meta é estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (Copom). A cada 45 dias, a equipe do Copom se reúne para definir os rumos da taxa básica de juros. Criado em 1996, o Copom estabelece as diretrizes da política monetária e define a taxa básica de juros no país.

Valores anuais e mensais da Taxa Selic 

Normalmente, para entender o valor da taxa Selic mais a fundo as pessoas consideram as taxas mensais e anuais. Isso acontece porque essas taxas abrangem um período maior, podendo trazer mais esclarecimentos sobre o comportamento do mercado.

Veja os valores dos últimos 8 anos: 

Mês/Ano 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 20202021 
Janeiro 0,60% 0,85% 0,94% 1,06% 1,09% 0,58% 0,54%  0,38%  0,15% 
Fevereiro 0,49% 0,79% 0,82% 1,00% 0,87% 0,47% 0,49%  0,29% 0,13% 
Março 0,55% 0,77% 1,04% 1,16% 1,05% 0,53% 0,47%  0,34% 0,20% 
Abril 0,61% 0,82% 0,95% 1,06% 0,79% 0,52% 0,52%  0,28% 0,21% 
Maio 0,60% 0,87% 0,99% 1,11% 0,93% 0,52% 0,54%  0,24%  0,27% 
Junho 0,61% 0,82% 1,07% 1,16% 0,81% 0,52% 0,47%  0,21% 0,31% 
Julho 0,72% 0,95% 1,18% 1,11% 0,80% 0,54% 0,57%  0,19%  0,36% 
Agosto 0,71% 0,87% 1,11% 1,22% 0,80% 0,57% 0,50%  0,16% 0,43%
Setembro 0,71% 0,91% 1,11% 1,11% 0,64% 0,47% 0,46%  0,16% 0,44%
Outubro 0,81% 0,95% 1,11% 1,05% 0,64% 0,54% 0,48%  0,16% 0,49%
Novembro 0,72% 0,84% 1,06% 1,04% 0,57% 0,49% 0,38%  0,15% 0,59%
Dezembro 0,79% 0,96% 1,16% 1,12% 0,54% 0,49% 0,37%  0,16%  
Fonte: Receita Federal – Consulta realizada em 27/12/2021 

Agora que você já sabe o que é taxa selic, vamos abordar, a seguir, como saber o valor atual dessa taxa. Confira!

Como saber o valor atual da taxa Selic?

A taxa Selic atual (dezembro/2021) está em 9,25% ao ano, o maior patamar desde julho de 2017. O Copom determinou o aumento da taxa de 7,75% para 9,25% no dia 8 de dezembro de 2021. No site do Banco Central, também é possível conferir e acompanhar a evolução da taxa Selic ao longo do tempo.  

Como a Taxa Selic afeta as finanças e os empregos?

Além de aprender o que é taxa Selic, é essencial compreendermos como ela afeta o nosso cotidiano. Quando a Selic muda, afeta todo o povo brasileiro, as instituições bancárias e até os investimentos estrangeiros. Ela impacta também nas outras taxas de juros, como as cobradas em empréstimos, financiamentos e nos retornos de aplicações financeiras. 

A taxa Selic pode influenciar a geração de empregos. Com os juros menores, fica mais fácil para pessoas físicas e jurídicas conseguirem créditos. No que diz respeito às empresas, esse crédito, muitas vezes, é utilizado para expandir os negócios e contratar novos profissionais.  

Quais investimentos são afetados? 

Cortes na taxa Selic afetam diretamente o mercado financeiro, principalmente os investimentos de renda fixa. Confira, abaixo, como as mudanças na taxa Selic interferem na rentabilidade dos principais investimentos. 

Taxa Selic e Tesouro Direto 

Alguns títulos do Tesouro Direto têm o retorno financeiro atrelado à taxa básica de juros, como o Tesouro Selic. Logo, se a taxa aumenta, o rendimento aumenta, se a taxa diminui, o rendimento diminui.  

Taxa Selic e CDI 

O CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é utilizado apenas entre os bancos, nos empréstimos de curto prazo. Logo, ele está diretamente ligado à Taxa Selic Over. 

Quando a taxa Selic diminui, o CDI também diminui, assim como o rendimento dessas aplicações. CDBs, LCIs, LCAs e LCs usam o CDI como indicador de rentabilidade. Assim, essas aplicações são afetadas quando há mudanças na taxa Selic. 

Taxa Selic e IPCA 

IPCA é o índice que aponta a inflação no país. Logo, levando em conta que a taxa Selic controla a inflação, o IPCA e a taxa Selic, geralmente, costumam estar correlacionadas, e, qualquer alteração na Selic afeta o IPCA.  

Taxa Selic e Caderneta de Poupança 

Como você já aprendeu o que é taxa Selic, agora vamos abordar como essa taxa afeta a rentabilidade da poupança. 

Um dos investimentos mais populares entre os brasileiros, a poupança, é, notoriamente, conhecida por ser uma aplicação segura mas pouco rentável. Desde 2012, o Governo estabeleceu uma regra de cálculo que funciona da seguinte forma: 

  • Caso a taxa Selic seja igual ou maior do que 8,5% ao ano, a poupança tem rendimento de 0,5% ao mês, mais a Taxa Referencial (TR);
  • Já quando a taxa Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano, a poupança terá um rendimento equivalente a 70% da taxa Selic vigente.

Taxa Selic X Inflação 

Para além de aprender o que é taxa selic, é fundamental também entender como ela afeta o nosso cotidiano.

Além de aprender o que é taxa Selic, é fundamental também entender como ela afeta o nosso cotidiano. Por exemplo, qual a relação da Selic com a subida dos preços, a inflação? Vamos lá!

A taxa Selic é adotada pelo Governo Federal para tentar controlar a inflação. Quando a inflação está alta, o Banco Central aumenta os juros para diminuir o consumo e forçar uma queda nos preços. Já quando a inflação está baixa, o Banco Central diminui os juros para impulsionar o consumo. 

Portanto, quando a taxa Selic diminui, aumentam as possibilidades de crédito. Por outro lado, geralmente a inflação sobe.  

Já quando a taxa Selic aumenta, normalmente os preços caem, e a inflação fica estável. Por outro lado, os juros de crédito, parcelamento e cheque especial tendem a aumentar.  

Como obter um rendimento maior que a Taxa Selic? 

Agora que você já sabe o que é Selic, como ela funciona e qual sua relação com a inflação, veja, a seguir, como ter um rendimento maior do que a taxa Selic.

Existem algumas opções e o importante é entender qual o seu perfil de investidor. Investir em Renda Fixa é um caminho que oferece baixo risco, por exemplo, pois conta com a segurança do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). 

Já investir em renda variável trará uma dose maior de riscos, mas também a possibilidade de maiores rendimentos. Esse tipo de investimento não se beneficia de possíveis altas na Selic. Isso porque, quando o consumo cai, a produção e o lucro das organizações que têm ações também encolhem.   

Viu como a taxa Selic influencia diretamente no nosso dia a dia e impacta na economia do país? Esperamos que a matéria tenha sido útil para ajudar você a cuidar melhor de suas finanças.

Leia também: 

Publicado por Alessandra de Paula

Alessandra de Paula tem mais de 15 anos de experiência em produção de conteúdo e pesquisa jornalística. Integrou a equipe de Comunicação do Ministério da Cultura, e trabalhou em grandes empresas do Rio de Janeiro, como O Globo, Extra, Jornal do Brasil, Jornal do Comercio, CDN, In Press e SRCOM, realizando diversas coberturas, incluindo Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016, e Réveillon de Copacabana. Também produziu conteúdo para sites da Rede Globo.

Deixe seu comentário

-->