Planilha de gastos: como fazer o controle ideal | Icatu Blog

Planilha de gastos: como fazer o controle ideal? | Icatu Blog

Planilha de gastos: como fazer o controle ideal? | Icatu Blog

Você quer ter mais controle das suas finanças, começar a entender melhor para onde o seu dinheiro está indo, saber quais contas tem para pagar e melhorar a sua relação com o dinheiro? Então você está precisando de dicas de educação financeira. Para te ajudar, desenvolvemos este conteúdo especial sobre planilha de gastos.

A seguir, você vai entender como uma planilha de gastos simples pode ajudar a colocar as suas finanças nos eixos. E o melhor, como isso pode ser feito de maneira prática. Afinal, as finanças podem parecer complicadas, mas, seguindo as dicas de educação financeira, tornam-se fáceis de entender.

O que é uma planilha de gastos?

Como estamos falando de uma planilha de controle financeiro, trata-se, na verdade, de uma forma de registrar os seus gastos e os seus rendimentos. Ou seja, várias informações a compõem, por isso, o indicado é usar o formato digital. Afinal, os cálculos são realizados de uma forma automática, dando mais eficiência e dinâmica à organização.

A planilha digital oferece muitas opções. Se o seu controle é mais simples, as fórmulas de subtração e adição darão conta do recado. Mas, se quiser usá-la para registrar outros tipos de informações, como para projetar investimentos ou começar a construir um plano de orçamento para as emergências, será necessário utilizar recursos mais avançados da ferramenta.

O fato é que, seja como for, com a planilha de gastos e lucros você consegue ter um quadro geral das suas finanças. E, a partir disso, fazer escolhas conscientes.

Tipos de planilhas de gastos

Você pode estar precisando de uma planilha apenas para entender quais são os seus gastos e qual a importância de cada um deles frente ao seu salário. Ou pode querer projetar o impacto de um investimento. Pode estar precisando alinhar finanças individuais ou controlar uma família inteira. São cenários diferentes, que demandam planilhas de gastos diferentes. Então, vamos conhecer alguns tipos de planilhas de gastos.

Planilha de gastos pessoais

Como o nome sugere, essa é uma opção voltada à educação financeira pessoal. Nesse caso, é simples: basta anotar todos os gastos, da conta de luz até o cafezinho, e os ganhos, desde o salário até o Pix recebido por um empréstimo antigo, quem sabe. O segredo é o empenho em registrar todas as informações.

Planilha para controle familiar

Organizar o orçamento familiar é outro passo na educação financeira. Por isso, cuidado: reunir todas as informações em um só espaço pode causar confusão. Ao montar uma planilha de gastos mensais com filhos, as informações até podem estar em uma mesma aba, desde que bem separadas entre as linhas. Mas uma boa dica é separar em planilhas diferentes em um arquivo. Assim, são considerados os valores totais de cada pessoa. 

Planilha para controle avançado

Essa é para quem entende de planilhas e está disposto a gastar um tempinho a mais com planejamento financeiro. Aqui, podem ser usadas algumas variações de cenários, para que diferentes visões distintas para um mesmo período. Assim, autônomos, por exemplo, podem perceber se investimentos são sustentáveis para o caso de haver um período de baixa.

Como montar uma planilha de controle de gastos?

Agora, você deve estar se perguntando: como fazer planilha de gastos na prática? O primeiro passo é igual em qualquer planilha. Deve-se, inicialmente, reunir todas as informações disponíveis.

As primeiras e mais fáceis dizem respeito aos valores fixos. Por exemplo, parcela da casa e salário CLT, se for o caso. Depois, você deve criar as linhas e colunas. E aqui, sim, há diferenças de acordo com a sua necessidade.

Planilha de gastos no Excel: faça o download gratuito

Sabemos que montar uma planilha de gastos do zero pode ser uma tarefa difícil. Como nós estamos aqui para descomplicar, criamos um modelo de planilha de gastos no Excel para você fazer o download gratuito.

Como fazer planilha de gastos e lucros para a sua necessidade

Vamos às dicas para o caso de você precisar montar a sua própria planilha? Se você quer uma organização mais focada nos gastos cotidianos, pode separar as abas por mês e produzir uma planilha de gasto mensal, ou até fechar mais o prazo, tendo uma planilha de gastos diários.

Basta usar a primeira coluna para descrever os gastos e, na segunda, os valores correspondentes, tudo relacionado ao período escolhido. Assim, é bem fácil inserir uma fórmula e encontrar um valor total.

Se você quer uma visão geral do ano todo, pode manter os meses em uma mesma aba. Esse formato serve principalmente para quem convive com valores relevantes fixos. Nesse caso, fica fácil projetar os meses com as entradas previstas, com os gastos fixos (inclusive aquelas parcelas longas que você lembra quando chega a fatura) e calcular o que sobrou.

Por fim, é só inserir os dados, as fórmulas e formatar o seu futuro. Com esse passo dado, você estará mais perto de desenvolver a inteligência financeira que tanto busca. Só resta começar.

Pronto para pensar no futuro?

Agora que você tem em mãos a planilha de organização financeira da Icatu ou criou uma feita sob medida para você, é importante pensar no próximo passo para garantir a sua saúde financeira: direcionar parte do seu orçamento para um investimento.

Esse investimento pode ser, por exemplo, um plano de previdência privada. Com organização, foco e planejamento, é possível ter segurança e alcançar uma vida financeira mais equilibrada.

Gostou de saber sobre como usar melhor a sua planilha de gastos? Então aproveite para fazer uma simulação de previdência privada na Icatu. Conheça os nossos produtos e descubra como podemos contribuir para o futuro das suas finanças.

Publicado por blogicatu

Deixe seu comentário

-->