O que é Sinistro, significado, e como funciona? Icatu

O que é sinistro, como funciona e como acioná-lo?

O que é sinistro, como funciona e como acioná-lo?

Por Antônio Carlos Teixeira

O que é sinistro? É muito provável que você já tenha ouvido alguém falar essa expressão ao fazer um comentário sobre uma situação tensa ou para descrever um indivíduo que realiza algo arrojado e radical. 

Ao longo do tempo, o termo se associou a expressões com um tom mais “ameaçador”ou “assustador”, designando situações não tão boas. Porém, foi na contemporaneidade que a palavra ganhou ares mais leves.

Mas o que significa sinistro no seguro de vida? Tradicionalmente, “sinistro” é utilizado para descrever eventos, fatos e ocorrências relacionadas a desastres, acidentes, prejuízos, danos, perdas patrimoniais ou humanas.

É um termo ligado ao setor jurídico das seguradoras, mas também muito empregado pelos profissionais que atuam no segmento. 

A seguir, vamos conhecer melhor sobre o que é sinistro e a sua importância para a compreensão das cláusulas da apólice e dos direitos e deveres do segurado.  Acompanhe!

Sinistro: significado  

A resolução 117 de 2004, do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) responde a essa pergunta de “o que é sinistro”. Nela, sinistro é definido como “a ocorrência do risco coberto, durante o período de vigência do plano de seguro.” Ou seja, na ocorrência de um evento repentino, que cause danos, e que esteja previsto e coberto na apólice do contrato de seguro, a seguradora é legalmente obrigada a indenizar o segurado. 

Importante lembrar que o termo sinistro no seguro de responsabilidade civil “caracteriza-se pela atribuição, ao segurado, da responsabilidade pela ocorrência de um evento danoso, causando danos a terceiros, atendidas as disposições do contrato”, como ressalta a circular 437 de 2012, emitida pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).  

Sendo assim, sinistro é a concretização de um risco coberto no contrato de seguro. Caso esse risco não esteja assegurado pela apólice contratada, é denominado “evento danoso não coberto” ou “evento não coberto”. Portanto, não será classificado como sinistro no seu contrato e nem lhe dará direito à indenização pela seguradora por perdas e danos oriundos desse acontecimento. 

O que fazer em caso de sinistro? 

Se informar sobre o que é sinistro é importante para que você saiba exatamente o que fazer caso precisar entrar em contato com a sua seguradora.

Agora que você, provavelmente, já entendeu melhor sobre o que significa sinistro, é importante saber o que fazer em caso de sinistro: o ideal é entrar em contato o mais rápido possível com a central de relacionamento, ou a assistência 24 horas, da sua seguradora. 

A Icatu Seguros oferece uma Área de Atendimento, contendo o suporte do Centro de Relacionamento com o Cliente, no qual estão disponíveis todas as informações necessárias e os canais de assistência para auxiliar rapidamente o segurado, ou beneficiário, no momento da ocorrência do sinistro.

Solicite aqui a indenização para as suas coberturas de seguro de vida ou plano de previdência privada

Como abrir um sinistro? 

Esse processo pode variar de seguradora para seguradora. No caso do Grupo Icatu, após o contato com o atendente, o segurado/beneficiário é orientado a preencher um formulário de aviso de sinistro e enviar a documentação necessária para a seguradora.  

O que significa sinistro no seguro de vida?

Entender o que é sinistro e como ele funciona nas diferentes coberturas de seguro de vida pode te deixar ainda mais protegido se algo vir a acontecer.

No seguro de vida, o sinistro é estabelecido de acordo com as cláusulas e coberturas acordadas na apólice e pode ser identificado a partir da ocorrência de eventos. Abaixo, confira os tipos de sinistros existentes:

  • Morte por causas naturais; 
  • Morte por doença; 
  • Morte por causas violentas; 
  • Morte por acidente; 
  • Invalidez parcial por doença; 
  • Invalidez total por doença; 
  • Invalidez parcial por acidente; e 
  • Invalidez total por acidente.  

Além da Área de Atendimento e do Centro de Relacionamento com o Cliente, o Grupo Icatu, por exemplo, disponibiliza também o Guia do Beneficiário, um passo a passo para a comunicação do sinistro e solicitação de indenização, desenvolvido para apoiar o beneficiário em caso de falecimento, ou invalidez do segurado.  

Espero que esse artigo sobre o que é sinistro tenha contribuído para trazer mais esclarecimentos sobre esse termo importante do setor de seguros.

Então, agora  que você já sabe o que é sinistro e suas implicações, pode realizar a análise e aquisição de sua apólice com mais segurança! 

Leia também: 

Publicado por Antônio Carlos Teixeira

Jornalista, com passagens pelas redações dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e O Dia e das agências de notícias do JB e de O Globo. Atua desde 1997 na comunicação e jornalismo do mercado de seguros como repórter, redator e editor, autoria de reportagens especiais, artigos e editoriais e gestão de conteúdo de revistas impressas e digitais, sites, blogs, livros e publicações técnicas, corporativas, institucionais e setoriais.

Deixe seu comentário

-->