Perfil de Investidor: Descubra qual é o seu perfil | Icatu

Perfil de Investidor: descubra qual é o seu perfil

Perfil de Investidor: descubra qual é o seu perfil

Por Diana Dantas

O número de pessoas interessadas em saber como investir dinheiro não para de crescer no Brasil. Dados da B3, a bolsa de valores do país, revelam que o número de cidadãos com contas ativas em corretoras de valores chegou a 5 milhões no início de 2022. Contudo, antes de sair por aí escolhendo ativos para investir, é preciso conhecer o seu perfil de investidor.

As pessoas são diferentes entre si. Algumas querem resultados rápidos, mesmo que isso traga riscos. Outras só querem poupar dinheiro para ter uma velhice tranquila. Há ainda quem deseja realizar um sonho, como uma longa viagem internacional. Refletir sobre essas questões mostra para que serve o perfil de investidor. Entenda mais sobre esse tema neste artigo!

O que é o perfil de investidor?

De modo resumido, o perfil de investidor entende qual é a predisposição da pessoa a se expor ao risco. De modo resumido, podemos definir “risco” nesse cenário como a exposição maior às oscilações do mercado (também chamado de volatilidade), que podem resultar em perdas caso a pessoa necessite utilizar o dinheiro investido em um período de retorno negativo.

Dessa forma, ao saber o perfil de investidor, é possível orientar de maneira mais acertada quais investimentos se encaixam na necessidade de cada um. Os três principais perfis de investidores são: conservador, moderado e arrojado.

A análise do perfil de investidor é feita após a aplicação de um questionário desenvolvido pela corretora de valores ou instituição bancária. Muitas pessoas acham que essas perguntas não têm importância, mas esse questionário é tão relevante que existe uma exigência legal para a sua aplicação.

Desde 2013, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), entidade ligada ao Ministério da Economia, exige a aplicação do questionário e a definição do perfil do investidor do cliente pelas empresas que atuam no mercado financeiro.

Entre as perguntas para definir em qual perfil de investidor você se encaixa, são comuns algumas como:

  • Quanto tempo tem intenção de deixar o dinheiro aplicado?
  • Qual o objetivo do investimento?
  • O quanto você entende de mercado financeiro?
  • Qual a sua relação com risco?

Essas perguntas e muitas outras, servem para traçar o seu perfil e descobrir em qual dos tipos de investidores você se enquadra, e só depois disso direcionar as suas aplicações.

Se você está pesquisando pelo tema, já deve ter cruzado com o termo em inglês “suitability”. Trata-se da mesma coisa que análise do perfil de investidor. Aliás, o perfil de investidor ainda pode ser identificado pela sigla API (Avaliação de Perfil de Investidor).

Qual a importância de identificar o perfil de investidor?

Descobrir o perfil de investidor de uma pessoa é importante para que a corretora ofereça produtos financeiros adequados a ela, respeitando sua tolerância à volatilidade e eventuais riscos.

Ou seja, para os investidores que apresentarem na avaliação de perfil de risco o resultado agressivo, serão disponibilizados aqueles produtos mais arriscados que podem apresentar maiores retornos, mas que consequentemente possuem mais risco (ou seja, que podem apresentar maior oscilação). Já para quem tem o perfil conservador, serão ofertados investimentos com projeções de lucros menores, mas que também apresentam um menor grau de risco.

Conheça os tipos de perfil de investidor

Como mencionamos, existem três perfis de investidores: conservadores, moderados e agressivos. Para cada um, é recomendado um tipo de investimento. Vale dizer também que esse perfil não é definitivo. O seu perfil pode mudar de acordo com a sua experiência e interesses ao longo da vida.

Uma pessoa com 20 anos que foi considerada conservadora pode se tornar uma investidora agressiva aos 35 anos.

Perfil de investidor conservador

O investidor com esse perfil tem alta aversão a perdas. Essa aversão pode ser causada devido às suas metas pessoais, limitação de capital, desconhecimento sobre o mercado ou questões relacionadas à sua personalidade.

Nesse caso, as estratégias de investimentos desse indivíduo podem estar relacionadas a opções de renda fixa que podem oferecer um rendimento menor, mas também tem baixo risco.

As principais características de um investidor conservador são:

  • Não tolera perdas e grande volatilidade;
  • Tem necessidade de liquidez;
  • Não pode ou não quer comprometer quantias maiores de capital.

Exemplos de ativos comuns para um investidor conservador:

  • Fundos de renda fixa;
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Letra de Crédito do Agronegócio;
  • Tesouro Direto;
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB).

Perfil de investidor moderado

O investidor moderado é um pouco mais tolerante à volatilidade do mercado (as movimentações do valor de um determinado ativo durante um certo período). Essa tolerância pode vir da sua personalidade, de sua experiência no mercado ou de seus objetivos a curto e médio prazo.

Ele não tem tanta necessidade de liquidez (a facilidade de converter um ativo em dinheiro) sobre todo o capital investido. Por isso, sua carteira é mais diversificada, permitindo produtos variados. 

As principais características de um investidor moderado são:

  • Deseja um retorno diferenciado dos ativos;
  • Entende e tolera a volatilidade dos ativos em que investe;
  • Não está satisfeito apenas com as opções de renda fixa, quer investimentos com maior potencial de retorno, mesmo que haja possibilidade de perdas;
  • Não precisa de alta liquidez em todos os seus investimentos.

Exemplos de ativos comuns para um investidor moderado:

  • Fundos Imobiliários;
  • Ações;
  • Tesouro IPCA;
  • CDBs;
  • Debêntures.

Perfil de investidor agressivo, também conhecido como arrojado

Esse investidor entende, aceita a volatilidade de determinados ativos e administra essas características, pois sabe que esses produtos podem trazer retornos maiores no longo prazo. Além disso, por serem investimentos de longo prazo, compreende que é possível recuperar possíveis perdas.

As principais características de um investidor agressivo são:

  • Grande conhecimento sobre investimentos;
  • Baixa necessidade de liquidez em seus investimentos;
  • Grande tolerância à volatilidade dos mercados;
  • Grande diversificação de carteira de investimentos.

Exemplos de ativos comuns para um investidor agressivo: 

  • Ações;
  • Fundos de Ações;
  • Criptomoedas.

Saiba mais: Como fazer investimentos de forma segura? Confira aqui!

Como descobrir o perfil de investidor mais adequado?

Você descobre o seu perfil de investidor por meio do questionário oferecido pela corretora de investimentos. O questionário deve ser respondido de forma honesta, tomando como base a sua realidade, e não a realidade e ambições de outras pessoas. É por isso que você deve respondê-lo com tranquilidade e sozinho.

Como dito anteriormente, o seu perfil de investidor pode mudar com o passar do tempo ou com base nos seus objetivos. Caso você perceba que sua postura em relação aos investimentos está mudando, basta fazer um novo teste e descobrir qual é o seu novo perfil entre os três tipos de investidores que compõem a Avaliação de Perfil de Investidor (API).

Conclusão

Entender o que é o perfil de investidor é fundamental para que a pessoa reflita sobre o seu capital e busque opções no mercado que garantam sua satisfação. É muito comum que algumas pessoas invistam pensando nas ambições, conselhos e metas de seus amigos e familiares. Ou, então, caiam em fraudes, porque acreditam em investimentos que prometem retornos altos e rápidos.

O indivíduo deve investir o seu capital considerando questões da sua vida, da sua família, além dos seus sonhos. É por isso que um questionário aparentemente simples, como o que define o perfil de investidor de uma pessoa, é tão importante.

Independentemente de qual seja o seu perfil de investidor, a Icatu tem o Fundo de Previdência perfeito para você. Além de oferecer um atendimento especializado, contamos com fundos de gestão própria e trabalhamos com diversas gestoras renomadas no mercado.

Aqui, é possível encontrar o plano mais adequado ao seu perfil, com opções de aplicação em Renda Fixa, Multimercado e Ações. Conheça mais sobre os Fundos de Previdência da Icatu e comece a investir agora mesmo.


Publicado por Diana Dantas

Formada pela PUC-Rio, Diana Dantas passou por diferentes redações, como O Estado de S. Paulo, Agora SP (Grupo Folha) e Brasil Econômico (Grupo Ejesa). Nesse período, trabalhou nas editorias de Educação, Cidades, Cultura e Economia. Desde de 2017, escreve para Icatu sobre seguros e planejamento financeiro.

Deixe seu comentário

-->