O que é previdência privada? Saiba tudo aqui | Icatu Blog

O que é previdência privada? Saiba tudo aqui!

O que é previdência privada? Saiba tudo aqui!

Por blogicatu

A previdência privada é um dos tipos de investimentos mais acessíveis para que você possa alcançar seus objetivos a médio e longo prazo.

A maioria das pessoas conhece a previdência privada como uma segurança para o futuro por meio da aposentadoria, e esse pensamento está correto. Porém, pouco se sabe o que é previdência privada na íntegra, e que esse investimento pode ser utilizado para outros fins.

A previdência privada te dá a liberdade de resgatar o valor investido da forma que achar melhor, seja para planejar sua aposentadoria, seja para realizar outros projetos pessoais.

Continue lendo para saber o que é e como funciona a previdência privada.  

O que é uma previdência privada?

A previdência privada recebe este nome porque é um tipo de previdência que não está associada ao governo e, portanto, não é ligada ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Trata-se de uma aplicação em dinheiro que irá render ao longo do tempo e que, ao final do período determinado, será resgatada.

Na prática, você pode escolher a periodicidade e o valor das contribuições e esse valor aplicado irá render mês a mês.

A Previdência Privada é muito similar aos fundos de investimentos tradicionais porque a gestão é realizada pelas mesmas gestoras de recursos já reconhecidas no mercado de fundos de investimentos.

Os planos são versáteis e possibilitam a utilização do investimento para os mais diversos objetivos, isso porque não há uma idade mínima para resgatar o dinheiro, você pode ir aplicando e depois colher os frutos do seu investimento, utilizando para o que desejar.

Ter um plano de previdência privada pode ajudar a manter um padrão de vida, para você ou para sua família, caso você deseje planejar o futuro do seu cônjuge ou de seus filhos, por exemplo.

Faça agora a simulação de previdência privada e veja o quanto ela pode te render no futuro.

Como funciona a previdência privada?

A previdência se divide em duas etapas principais: período de contribuição da previdência e período que você poderá usufruir do que arrecadou. 

No período de contribuição, você realiza os pagamentos durante o tempo estimado e no valor do plano contratado, que fica atrelado ao fundo de investimento em previdência que recebe esses valores aplicados.

O interessante desse modelo é que, em cada fundo há gestores especializados que buscam constantemente melhores retornos para os contratantes.

O segundo e melhor momento é quando você já pode usufruir do dinheiro aplicado.

A Icatu oferece a flexibilidade para você aumentar, diminuir ou suspender suas parcelas por um período, de acordo com suas necessidades. 

Como escolher uma previdência privada?

Para escolher em qual plano de previdência privada investir, é preciso conhecer seu perfil de investidor e seus objetivos. Feito isso, você deve entender os tipos de previdência privada disponíveis e avaliar qual deles se adapta àquilo que você está procurando. 

Confira, a seguir, algumas informações importantes a serem levadas em consideração:

Previdência privada PGBL e VGBL

Agora que você já sabe que pode contratar um plano de previdência privada aberto, conheça as duas modalidades.

Previdência privada PGBL – Plano Gerador de Benefício Livre

Se você faz a declaração anual do IR completa, este é o plano ideal, pois você pode abater no Imposto de Renda, as contribuições que faz no seu plano até o limite de 12% de sua renda bruta no ano. 

Além disso, no PGBL, quando você for resgatar o dinheiro do plano, o imposto será calculado sobre todo o valor: suas contribuições + o rendimento. 

Previdência privada VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre

Se você faz a declaração simplificada do IR, este é o plano ideal. Nesse caso, ao resgatar o dinheiro que você contribuiu, o Imposto de Renda será descontado apenas sobre os rendimentos acumulados.

Saiba mais sobre como funciona a previdência privada. Aproveite e faça também uma simulação online para saber qual é o plano perfeito para você. 

E quanto ao regime de tributação?

Depois de decidir o plano, o contratante estabelece o período de investimento e assim, deve definir qual tabela de tributos será aplicada em sua previdência. 

A tabela progressiva é a opção para quem pretende fazer o resgate do investimento em um prazo menor, já que o cálculo do Imposto de Renda segue a mesma regra das alíquotas do Imposto de Renda anual.

Confira abaixo as alíquotas referentes à tabela progressiva: 

Renda mensalAlíquota IR
Até R$ 1.903,98Isento
De R$ 1.909,98 a R$ 2.826,657,5%
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751, 0515%
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,6822,5%
Acima de R$ 4.664,6827,5%

Já quem pretende investir por um prazo maior, pode considerar a escolha da tabela regressiva, já que neste caso a alíquota do Imposto de Renda é definida com base no tempo de permanência. Ou seja, quanto maior o tempo de duração do investimento, menores são as alíquotas de Imposto de Renda sobre ele.

Confira abaixo as alíquotas referentes à tabela progressiva:

Prazo da aplicaçãoAlíquota IR
Até 2 anos35%
De 2 a 4 anos30%
De 4 a 6 anos25%
De 6 a 8 anos20%
De 8 a 10 anos15%
Acima de 10 anos10%

Agora que você já sabe tudo o que precisa para contratar seu plano de previdência privada, chegou o momento de escolher o fundo de investimento que mais te atende. A Icatu possui as mais diversas opções de fundos de investimento que, além de atender a todos os perfis e necessidades, contam com a visão de gestoras reconhecidas no mercado.

Conheça também o seguro de vida Icatu

A previdência privada é um investimento a ser utilizado para a realização de objetivos a médio e longo prazos.

Mas para que você e sua família estejam protegidos em casos de emergências, é preciso se precaver com um seguro de vida.
O Seguro de Vida Icatu oferece proteção financeira sob medida para suas necessidades. Faça agora sua cotação e veja as opções que melhor se adaptam a você.

Publicado por blogicatu

Deixe seu comentário

-->